Werther | ESTADÃO CONTEÚDO
Werther | ESTADÃO CONTEÚDO

Corinthians avança por novo patrocínio e pode ter universidade na arena

Clube negocia com Universidade Brasil para ter um contrato de longo prazo e proposta pode ser assinada em breve

Nathalia Garcia e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

04 Maio 2017 | 07h03

O Corinthians avançou nas negociações com a Universidade Brasil para ter um patrocínio master para os próximos anos. Na quarta-feira, as duas partes conversaram e a proposta já está perto de ser fechada, segundo apurou o Estadão. Entre as novidades da parceria estaria a abertura de uma unidade universitária dentro da Arena Corinthians.

É justamente isso que está fazendo com que o acordo demore um pouco mais para ser sacramentado, pois os dirigentes do Parque São Jorge estão avaliando como seria esse espaço da Universidade Brasil no terreno da arena em Itaquera e seu funcionamento, e como as atividades estudantis seriam conciliadas com os jogos da equipe nos diversos torneios.

A conversa entre as partes se intensificou após o patrocínio pontual à equipe na partida do último domingo, contra a Ponte Preta, pelo primeiro duelo da final do Campeonato Paulista. A marca estará estampada também no próximo domingo, no segundo jogo da decisão, porém a ideia é celebrar o acordo e anunciar o patrocínio de longo prazo antes disso.

Desde a saída da Caixa, no mês passado, o Corinthians ficou sem patrocínio master na camisa. O banco estatal pagava R$ 30 milhões por temporada, mas pretendia diminuir o valor para uma renovação, pois vem cortando custos. O clube paulista não aceitou e ficou sem patrocinador principal. A possibilidade de fechar com a Universidade Brasil é grande e os valores são mantidos em sigilo, porém não devem ser muito diferentes do que o clube já ganhava com o acordo com a Caixa.

Como tem a ideia de ter um espaço dentro da Arena Corinthians, a empresa não cogita uma parceria curta, pois isso seria negativo para uma universidade que mantém alunos por alguns anos em seus cursos. Procurada, a Universidade Brasil afirmou que só se manifestará sobre o tema após fechar contrato com o Corinthians. Já o clube falou que vai tratar do assunto após a decisão do Paulistão.

Crescimento. A Universidade Brasil, que era a antiga Unicastelo, fechou este ano um contrato de patrocínio por cinco temporadas com a seleção brasileira. Entre os projetos está o “CBF School”, que pretende criar escolinhas de futebol em parceria com prefeituras municipais.

Se chegar a um acordo, o Corinthians fechará seu quarto patrocinador para a camisa. O clube conta com as marcas Alcatel (costas), Foxlux (barra traseira) e Minds (barra da manga), além da Nike, que é fornecedora de material esportivo. Estima-se que, somados todos os valores que são pagos pelas empresas, a camisa passará a ter preço de cerca de R$ 65 milhões por ano, tornando-se uma das mais valiosas do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.