Tiago Caldas/ Fotoarena
Tiago Caldas/ Fotoarena

Corinthians bate Vitória em Salvador e ganha a primeira no Brasileirão

Gol de Jô no segundo tempo dá os três pontos para o time alvinegro

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

21 Maio 2017 | 17h56

O Corinthians confirmou sua condição de visitante indigesto e bateu o Vitória por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Faltou ousadia, mas o time alvinegro contou com a boa fase de Jô e, neste domingo, garantiu o primeiro triunfo na competição, chegando a quatro pontos na tabela.

Depois de uma semana de preparação, o Corinthians tinha como objetivo recuperar os pontos perdidos na estreia após o empate, na Arena, com a Chapecoense por 1 a 1 e contava com o bom retrospecto como visitante a seu favor. Voltou para casa com o dever cumprido graças a Jô, que assumiu a artilharia isolada do time no ano, com nove gols.

O Vitória tomou a iniciativa no início da partida, mas faltou qualidade na conclusão das jogadas e não levou perigo ao gol de Cássio. Enquanto o Corinthians, com  Jadson apagado na armação, teve dificuldade de se aproximar da área do adversário. Um primeiro tempo de pouca agressividade dos dois lados, com times acomodados.

A primeira boa chance alvinegra veio somente aos 32 minutos, com Jô pela direita. O atacante cortou a marcação e exigiu uma boa defesa de Fernando Miguel. Na sequência, Romero não conseguiu aproveitar o rebote e cruzou para Rodriguinho, que acabou bloqueado pela defesa.

Mesmo sem Pablo, machucado, o Corinthians esteve seguro na defesa. A zaga, entretanto, será uma dor de cabeça para o técnico Fábio Carille nas próximas rodadas. No segundo tempo, o paraguaio Balbuena sentiu uma fisgada na coxa direita e foi substituído por Léo Santos, baixa em posição carente no Corinthians. A diretoria já até procura reforços e tem Anderson Martins, atualmente no futebol árabe, na mira.

Apesar da vitória, o Corinthians mostrou novamente ter dificuldade em transformar a posse de bola em ataques mais agudos, com infiltração. Sem gols no primeiro tempo, as equipes tiveram de se expor mais na segunda etapa. O time voltou do intervalo um pouco mais ofensivo, apostando nos cruzamentos. Aos 7 minutos, Romero, em posição de impedimento, cruzou para Maycon completar para o gol, corretamente anulado.

A falta de audácia tornava o jogo equilibrado, até que Jô resolveu para o Corinthians aos 29 minutos do segundo tempo. Em passe de Marquinhos Gabriel, que saiu do banco de reservas minutos antes em boa alteração promovida por Fábio Carille, o atacante finalizou rasteiro, por baixo das pernas de Fernando Miguel. O Vitória não reagiu e viu o rival administrar a vantagem até o apito final. Sob o comando de Petkovic, o time baiano ainda não venceu - uma derrota e um empate.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Corinthians volta a jogar fora de casa e visita o Atlético-GO no Serra Dourada, no domingo, às 16h. Já o Vitória, um dia antes, às 21h, recebe o Coritiba novamente como mandante na Arena Fonte Nova devido às obras no Barradão.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 0 x 1 CORINTHIANS

VITÓRIA: Fernando Miguel; Leandro Salino, Fred, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia (Euller) e Cleiton Xavier (Pisculichi); Paulinho, David e Rafaelson (Jhemerson). Técnico: Petkovic.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena (Léo Santos) e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon (Marquinhos Gabriel); Jadson (Paulo Roberto), Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.

GOL - Jô, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Marquinhos Gabriel (Corinthians).

PÚBLICO: 16.515 presentes.

RENDA: R$ 460.438,50.

ÁRBITRO: Péricles Bassols P. Cortez (PE).

LOCAL: Arena Fonte Nova, em Salvador.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.