Alex Silva/ Estadão
Alex Silva/ Estadão

Corinthians chega ao 100º jogo na arena

Clube atinge expressiva marca no domingo, quando recebe a Ponte Preta na decisão do Estadual e tem grande vantagem para conquistar o título

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 Maio 2017 | 07h00

Além da grande possibilidade de conquistar mais um título do Campeonato Paulista, o Corinthians terá outra motivação especial neste domingo, no estádio Itaquerão, em São Paulo. A equipe alvinegra fará o 100.º jogo em sua casa, algo que parecia inatingível para um clube que tinha de jogar no Pacaembu, ouvindo o deboche dos rivais pela falta de uma arena própria.

Erguida para a Copa do Mundo de 2014, a casa corintiana é cercada de polêmica, mas não se pode negar a força da torcida. Em 99 jogos na arena, o Corinthians tem um retrospecto muito bom. Foram 69 vitórias, 23 empates e apenas sete derrotas.

O Corinthians já levantou uma taça em casa, mas havia sido campeão com antecedência. No dia 22 de novembro de 2015, os comandados do técnico Tite golearam o São Paulo por 6 a 1, em jogo que celebrou a conquista do Campeonato Brasileiro daquele ano. A partida é recorde de público da arena em jogos da equipe corintiana, com 44.976 pagantes.

Mais de três milhões de torcedores já passaram pelo estádio e o clube já arrecadou quase R$ 110 milhões. O valor é repassado para um fundo de investimento criado para quitar o pagamento da obra, que hoje está em torno de R$ 1,6 bilhão.

A torcida tem ajudado no pagamento. Diante do São Paulo, no dia 18 de fevereiro de 2015, em jogo da Copa Libertadores, o Corinthians arrecadou mais de R$ 3,5 milhões. Foram poucos os jogos com público pequeno.

O retrospecto do Corinthians em casa é muito bom, mas sua estreia foi decepcionante. No dia 18 de maio de 2014, 36.123 pagantes foram ver a derrota alvinegra por 1 a 0 para o Figueirense, com gol do meia Giovanni Augusto, que acabou sendo contratado pouco tempo depois.

ARTILHEIRO

Quando o assunto é o número de gols marcados, ninguém balançou tanto a rede quanto o contestado atacante paraguaio Romero. Foram 17 vezes. No total, 9,1% dos gols do Corinthians marcados em seu estádio foram dele. Guerrero e Jadson (15 gols cada), Luciano (11) e Elias (10) aparecem em seguida.

O primeiro clássico não poderia ser contra outro rival. No dia 27 de julho de 2014, pouco depois de o estádio ter sido utilizado para a Copa, o Corinthians de Mano Menezes derrotou o Palmeiras por 2 a 0, com gols de Guerrero e Petros. A primeira vitória da equipe na arena aconteceu em seu terceiro jogo - 2 a 1 no Internacional. Antes, havia empatado com o Botafogo carioca por 1 a 1.

O Corinthians fez 184 gols na arena em 99 jogos, uma média de 1,85 gol por jogo. Muito dessa marca se deve a algumas goleadas, como diante do Cobresal, do Chile, quando fez 6 a 0, pela Libertadores de 2016, jogo que ficou marcado pelo golaço de Marlone, que concorreu ao Prêmio Puskas daquele ano.

Mas também ocorreram algumas derrotas sofridas. No dia 13 de maio de 2015, a maior delas. O modesto Guaraní, do Paraguai, surpreendeu e venceu o Corinthians por 1 a 0, resultado que eliminou o time alvinegro da Libertadores daquele ano e pôs fim a uma invencibilidade na arena de 32 jogos (23 vitórias e nove empates até então).

O fato é que mesmo com tanta polêmica e desconfiança sobre a arena, a maioria dos corintianos tem orgulho de sua casa, que ostenta mármores em escadas, televisão no banheiro, dentre outros exageros de um estádio que receberá seu dono pela 100.ª vez e espera o título para celebrar a data.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.