1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Corinthians coloca renovação à prova contra o Cobresal

- Atualizado: 17 Fevereiro 2016 | 07h 00

Jogo no Chile é o primeiro teste real da equipe

Mesmo após quatro vitórias seguidas no Campeonato Paulista, é diante do Cobresal, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio El Cobre, em El Salvador, que o Corinthians passará pelo primeiro teste do ano para avaliar se a equipe realmente continua forte e em condições de brigar por títulos depois da saída de seis titulares da campanha do hexacampeonato brasileiro. Todo o planejamento desde início de temporada foi feito em cima da estreia na Libertadores.

O rendimento da equipe diante do Cobresal pode, inclusive, mudar os rumos do processo de reconstrução do time conduzido por Tite. Por enquanto, o treinador tem dado preferência aos jogadores que já estavam no clube desde ao o ano passado. Nesta quarta-feira, por exemplo, nenhum reforço será titular. “Eu tenho a premissa de manter uma base treinada”, justificou o treinador.

Tite durante treino no CT da Universidade de Chile

Tite durante treino no CT da Universidade de Chile

O volante Elias, que ficou fora dos últimos dois jogos por causa de uma pancada na perna esquerda que levou contra o Osasco Audax, treinou normalmente na terça-feira e deve jogar. Caso volte a reclamar de dores, o garoto Maycon será o titular.

Apesar de o Cobresal ser considerado o time mais fraco do Grupo 8 e candidato a saco de pancadas da chave, as condições adversas de jogar no meio do deserto do Atacama diminuem o favoritismo do Corinthians. A delegação alvinegra chegará a El Salvador somente nesta quarta-feira, momentos antes da partida. Por falta de campos de treinamento na cidade, Tite optou por comandar um treino terça-feira à tarde no CT da Universidad de Chile, em Santiago. O retorno à capital chilena está previsto para quinta-feira. Ou seja, o Corinthians ficará a menos de 24 horas no local da partida.

El Salvador fica no meio do deserto do Atacama, 2.600 metros acima do nível do mar. O clima é árido e bastante seco. Como a cidade não tem aeroporto comercial, o avião com os jogadores Corinthians vai ter de pousar em uma base aérea localizada a cerca de 30 quilômetros de El Salvador.

“Existem algumas variantes a que precisamos ficar atentos. A bola toma velocidade e continua com a mesma velocidade, por causa da altitude. É fundamental também estar atento na cobertura das bolas viajadas e nas finalizações de média distância”, admitiu Tite.

Para Tite não ser pego de surpreso, integrantes da comissão técnica do Corinthians têm acompanhado o Cobresal desde o sorteio dos grupos da Libertadores. O time chileno chegou à Libertadores graças ao título do Torneio Clausura de 2015, mas não faz uma boa campanha este ano. Em cinco jogos, perdeu dois, empatou dois e ganhou apenas um.

“O Cobresal não é um time desconhecido, nós nos municiamos e acompanhamos os jogos. O time tem qualidade técnica e um treinador que foi campeão e depois retornou ao clube. Os resultados não condiziam com o desempenho recente da equipe”, elogiou Tite.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX