Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Corinthians confirma que eleição para presidente do clube será em 3 de fevereiro

Romeu Tuma Junior, Osmar Stábile e Antonio Roque Citadini disputarão pleito para substituir Roberto de Andrade

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2017 | 18h30

O Corinthians divulgou nesta terça-feira que a eleição para definir o novo presidente do clube ocorrerá dia 3 de fevereiro do ano que vem. O local e o horário ainda não estão confirmados, mas as votação deve ser no Parque São Jorge, como acontece normalmente.

+ Corinthians volta a protestar contra a arbitragem: 'Estamos enfurecidos'

O pleito será realizado com o Campeonato Paulista já tendo quase um mês de disputa - o Estadual deve iniciar no dia 17 de janeiro. Além do presidente, serão eleitos também dois vice-presidentes, os conselheiros trienais e seus suplentes.

Por enquanto, existem três candidatos confirmados: Romeu Tuma Júnior, Osmar Stábile e Antonio Roque Citadini. A tendência é que o ex-presidente Andrés Sanchez também anuncie sua candidatura nos próximos dias e outros interessados ao cargo devem aparecer até a data do pleito.

Uma novidade para a eleição é a disputa de "chapinhas" para o Conselho Deliberativo. Até a disputa passada, o presidente eleito fazia parte de um grupo, chamado "chapão", com 200 conselheiros. Agora, serão "chapinhas", em que grupos com 25 candidatos ao conselho serão eleitos e, no total, oito chapinhas serão escolhidas e mais duas ficarão como suplentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.