Corinthians ganha e já é vice-líder

O Corinthians conseguiu a sua vitória mais importante até agora no Torneio Rio-São. A equipe derrotou o Botafogo por 3 a 1, neste domingo, no Morumbi, e assumiu a vice-liderança da competição. O time do técnico Carlos Alberto Parreira foi beneficiado pelo tropeço do São Paulo diante do São Caetano por 1 a 0, em São Caetano do Sul. O Corinthians chega aos 24 pontos, um a mais do que a equipe do Morumbi, e está a três do líder Palmeiras. A dupla de zaga do time paulista, Fábio Luciano e Scheidt, foi o grande destaque do jogo. Além de anular o artilheiro Dodô, que não teve liberdade para jogar, marcou os dois primeiros gols corintianos. Ricardinho fez o outro gol da equipe. Leonardo Inácio descontou para a equipe carioca. A chuva que caiu durante todo o jogo não prejudicou o bom nível da partida, que teve muita movimentação principalmente no segundo tempo, quando todos os gols foram marcados. O Corinthians ainda desperdiçou um pênalti cobrado por Ricardinho. O Botafogo armou um esquema defensivo, com três zagueiros e seis jogadores no meio-de-campo. No ataque, só Dodô, que, diante dessa estratégia do técnico Abel Braga, foi facilmente marcado pela defesa do Corinthians. No fim do jogo, o atacante, um dos artilheiros do Rio-São Paulo, com 15 gols, saiu de campo revoltado. "O time que entra em campo só para se defender acaba perdendo mesmo", reagiu Dodô. No primeiro tempo aconteceram poucas jogadas de ataque. O Corinthians teve dificuldade para se impor, por causa do esquema do adversário. O Botafogo queria voltar ao Rio pelo menos com um ponto, e sua estratégia era tentar o gol em jogadas de contra-ataques com Dodô. Aos 13 minutos, o Corinthians teve sua melhor jogada com Deivid, na área, mas Valdson desviou a bola para escanteio. O Botafogo respondeu com Dodô, em cobrança de falta, mas Dida fez uma grande defesa, desviando a bola para escanteio. No segundo tempo tudo mudou. Aos 11 minutos, o Corinthians fez 1 a 0, com Scheidt, que completou de cabeça um escanteio cobrado por Rogério, pela esquerda. Aos 23, o time do Parque São Jorge poderia ter feito 2 a 0, no cobrança de pênalti de Ricardinho, que o goleiro Kléber defendeu. O Botafogo se entusiasmou e conseguiu o empate Leonardo Inácio aos 28 minutos. Cinco minutos depois, o Corinthians fez o segundo com Fábio Luciano, em jogada idêntica ao primeiro gol da equipe: Rogério, pela esquerda, cobrou o escanteio e o zagueiro completou de cabeça. O time paulista passou a dominar o jogo e, aos 37 minutos, Ricardinho fez o terceiro, definindo a vitória. O meia completou de voleio um cruzamento de Deivid, se redimindo do pênalti perdido.

Agencia Estado,

24 Março 2002 | 18h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.