Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Corinthians negocia com o Flamengo mudar local do jogo para o Maracanã

Clássico está marcado, inicialmente, para ser realizado na Ilha do Urubu

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2017 | 11h01

Corinthians e Flamengo, as duas maiores torcidas do Brasil, vão se enfrentar domingo que vem no estádio Ilha do Urubu, o antigo Luso Brasileiro, com capacidade para apenas 20 mil lugares. As diretorias dos dois clubes negociam para que o confronto seja transferido para o Maracanã. A parte financeira é levada em consideração.

+Clube espera contar com Cássio para o confronto com o Fluminense

“Eu já tinha conversado com o presidente do Flamengo e ele disse que não sabia o que iria fazer. Ele vai definir nos próximos dias. Se o Flamengo estiver brigando por alguma coisa e o Corinthians também, tem apelo maior, leva mais gente ao Maracanã e fecha a conta mais fácil”, explicou o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade.

Dependendo dos resultados da rodada do meio da semana, a partida deste domingo pode ser a que dará o título ao Corinthians ou a primeira partida após a conquista da taça. As diretorias dos dois clubes mantém uma relação amistosa, o que pode facilitar um entendimento.

+ Presidente do Corinthians ironiza rival: 'R$ 100 milhões e não ganhou nada'

No primeiro turno, Corinthians e Flamengo empataram por 1 a 1, na Arena Corinthians, em jogo que ficou marcado pelo erro do árbitro Fifa Ricardo Marques Ribeiro, que anulou um gol legal do atacante Jô, que estava quase 3,3 metros em condição legal. Ao final da partida, o presidente do Fla, Eduardo Bandeira de Mello admitiu que o rival tinha razão para protestar.

“A reclamação do Corinthians é correta, porque o gol foi legal. São muitas equipes prejudicadas”, lamentou o dirigente, que dias antes havia protestado com a arbitragem na partida diante do Palmeiras.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.