Rodrigo Gazzanel/ Agência Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Agência Corinthians

Corinthians oficializa renovação de contrato de Danilo até o fim de 2017

Meia de 37 anos aumentou seu vínculo com o time alvinegro

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2016 | 13h01

O meia Danilo assinou nesta segunda-feira seu novo contrato com o Corinthians. A renovação, que já havia sido anunciada no início de setembro, foi oficializada e confirmada pelo site oficial do clube. Agora, o veterano jogador de 37 anos possui vínculo com o time alvinegro até o fim da temporada 2017.

Curiosamente, a decisão de renovar com o jogador aconteceu dois dias depois de uma gravíssima lesão sofrida durante um treinamento, no fim de agosto. Apesar da idade avançada e de estar próximo do fim da carreira, Danilo aceitou a proposta e acertou sua permanência após fraturar a tíbia e a fíbula da perna direita.

Antes da lesão, o meia de 37 anos não sabia se continuaria no clube. A previsão dos médicos é de que ele só volte a treinar com bola entre os meses de abril e maio do próximo ano.

Mesmo com a contusão grave, Danilo não pensava em encerrar a carreira. Relatos de familiares nas redes sociais indicavam que ele voltaria a jogar após a recuperação. O próprio jogador publicou um vídeo nas redes sociais agradecendo o carinho da torcida e isentando o zagueiro Yago de culpa no lance.

A lesão ocorreu após uma dividida forte entre Danilo e o zagueiro durante um treinamento. O meia ficou caído no gramado por alguns minutos até que dois funcionários do clube corressem para outro campo do Centro de Treinamento para buscar uma maca. Ele foi levado de ambulância para o hospital e foi submetido a cirurgia.

No Corinthians desde 2010, Danilo tem 336 partidas com a camisa alvinegra e anotou 33 gols. Ao longo de sua trajetória, conquistou alguns dos títulos mais importantes da história do clube, como a Libertadores e o Mundial de Clubes de 2012. Tem também dois Campeonatos Brasileiros (2011 e 2015), uma Recopa Sul-Americana (2013) e um Campeonato Paulista (2013).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.