1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Costa Rica está no mesmo nível da Holanda, diz técnico

Fernando Faro e Sérgio Torres - Enviados a Salvador - O Estado de S. Paulo

05 Julho 2014 | 21h 34

Jorge Luis Pinto lembra que equipe sai da Copa sem sofrer derrotas

O técnico Jorge Luis Pinto disse neste sábado que a Costa Rica, que deixa a Copa do Mundo sem sofrer derrotas, é do mesmo nível da seleção da Holanda. Após a derrota nos pênaltis e consequente eliminação do Mundial, ele enalteceu o fato de os jogadores não se intimidarem em partidas contra campeões mundiais, como Uruguai, Itália e Inglaterra, e seleções de ponta, como a holandesa.

"Durante esse Mundial fizemos coisas maravilhosas. Muitos não acreditavam, mas fizemos coisas improváveis. Saímos desse torneio sem sermos derrotados. Quero reconhecer o esforço dos meus atletas. A Holanda é um grande time, mas acredito que estávamos no mesmo nível", afirmou Pinto na entrevista coletiva após a partida.

A torcida dos brasileiros pela Costa Rica foi saudada pelo treinador. "Sofremos esse golpe, mas estamos felizes e muito gratos pelo povo brasileiro, que nos apoiou durante todo o campeonato", disse.

Matt Dunham/AP
"Fizemos coisas impossíveis", disse o técnico Jorge Luis Pinto

Para Pinto, a seleção costarriquenha se destacou pela ousadia ao longo de uma competição em que sempre foi considerada, mesmo após classificar-se em primeiro lugar no chamado "grupo da morte", um azarão. "Conseguimos nos organizar e jogar. Nunca tivemos medo de jogar contra potências. Apresentamos uma imagem muito digna do nosso futebol e estamos muito felizes", comentou.

O técnico elogiou a partida feita pela Holanda. "Brigamos desde o início e foi difícil para eles nos atacarem também. Talvez eles tenham tido mais chances do que nós, mas disputa por pênaltis muitas vezes é uma questão de sorte. Defendemos e atacamos bem, isso nos deixa orgulhosos. Disse aos meus jogadores que estava muito orgulhoso deles, assim como o país", afirmou.

Copa 2014