1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Craque da Grécia fica desempregado após a Copa do Mundo

Daniel Batista - Enviado especial a Recife - O Estado de S. Paulo

29 Junho 2014 | 05h 00

Diretoria do Celtic não pretende renovar contrato de Samaras

Para os torcedores da Grécia mais eufóricos, Georgios Samaras virou um herói nacional ao marcar, de pênalti, o gol que sacramentou a vitória por 2 a 1 sobre a Costa do Marfim e, consequentemente, a classificação para as oitavas de final da Copa. Mas em meio a tanta idolatria e uma nova história para contar sobre os feitos dos gregos no futebol, o atacante de 29 anos está desempregado e sem saber onde vai jogar após a Grécia deixar a competição.

O contrato dele vence nesta segunda-feira, com o Celtic, da Escócia, onde atua desde 2008 e embora seja um dos ídolos da torcida do time escocês, a diretoria ainda não o chamou para uma renovação de contrato e isso também não parece estar em seus planos. Samaras quer mais uma vez brilhar para ter uma nova oportunidade em um grande clube do futebol europeu. Ele atuou por duas temporadas no Manchester City, mas não convenceu.

Para chamar a atenção dos dirigentes europeus, manter uma boa impressão é fundamental, por isso, o atacante não gosta quando falam que a Grécia é um time muito defensivo e que o ataque é fraco. "Somos um grupo, onde todo mundo ajuda todo mundo. Não se pode falar de defesa forte ou ataque fraco, pois todo mundo faz tudo", desconversou o atacante.

Andrew Medichini/AP
Samaras planeja atuar por um grande clube europeu após a Copa

Samaras é mais um caso, como tantos outros na Copa, que poderia estar atuando por outro país, mas optou pela Grécia. Seu pai é australiano e teria a possibilidade de se naturalizar, mas como nas categorias de base fez a carreira atuando no futebol grego e holandês, decidiu ficar na Europa. 

Copa 2014