1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Futebol Internacional

Cristiano Ronaldo se recupera e é confirmado em final da Supercopa

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 12h 13

Craque se lesionou no primeiro jogo, quando o Real empatou em 1 a 1 com o Atlético, porém, treinou normalmente nesta quinta-feira

Substituído no intervalo no jogo de ida da final da Supercopa da Espanha, na última terça-feira, no Santiago Bernabéu, Cristiano Ronaldo se garantiu nesta quinta no confronto de volta da decisão, no Vicente Calderón, onde Real Madrid e Atlético de Madrid jogarão pelo título da competição, a partir das 17h30 (horário de Brasília) desta sexta.

O atacante precisou deixar o duelo que terminou empatado em 1 a 1 antes do seu final por causa de uma lesão na coxa esquerda, mas treinou normalmente nesta quinta-feira e em seguida teve a sua escalação confirmada pelo técnico Carlo Ancelotti. "Hoje ele treinou bem. Fez uma sessão normal e está disponível para amanhã. Pode começar o jogo entre os 11 titulares", avisou o treinador italiano.

Ancelotti, porém, se recusou a confirmar a escalação completa do Real, assim como admitiu a possibilidade de promover modificações na escalação da equipe. "Todos os jogadores estão prontos, mas isso não significa que não farei mudanças", completou, fazendo mistério.

Juan Medina/REUTERS
Cristiano Ronaldo foi confirmado por Ancelotti nesta quinta-feira

Por ter sofrido um gol em casa no jogo de ida da final, o Real precisará de uma vitória simples ou de um empate por dois ou mais gols no confronto de volta da decisão. E, para reverter essa pequena vantagem da equipe da casa, o treinador receitou: "Para ganhar no (Vicente) Calderón devemos jogar com intensidade e mais velocidade do que no jogo de ida".

Ancelotti relacionou 22 jogadores para este segundo jogo da final. Veja a lista:

Goleiros: Casillas, Keylor Navas e Pacheco.

Defensores: Varane, Pepe, Sergio Ramos, Coentrão, Marcelo, Carvajal, Arbeloa e Nacho.

Meio-campistas: Khedira, Kroos, James Rodríguez, Gareth Bale, Xabi Alonso, Modric, Di María, Isco e Illarramendi.

Atacantes: Cristiano Ronaldo e Benzema.

Futebol Internacional