1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Cristóvão lamenta derrota do Fluminense e já pensa no domingo

Estadão Conteúdo

04 Setembro 2014 | 09h 25

Treinador acredita que fato de ter jogado com um homem a menos durante grande parte do segundo tempo foi primordial para fracasso

O Fluminense foi eliminado da Copa Sul-Americana na última quarta-feira, com a derrota por 1 a 0 para o Goiás, fora de casa. Para o técnico Cristóvão Borges, a equipe oscilou demais mas o que definiu a queda foi a expulsão do zagueiro Elivélton, no segundo tempo, que deixou os cariocas com um homem a menos.

"A expulsão sempre é difícil. Os jogos são equilibrados, as equipes se equivalem. Com inferioridade numérica, complica. Levamos o gol no começo do segundo tempo, se perde um jogador, fica mais pesado", comentou o treinador.

Mas não há tempo para lamentação, já que no fim de semana o Fluminense terá confronto complicado pelo Campeonato Brasileiro. No domingo, enfrentará nada menos que o líder Cruzeiro, em casa, e uma derrota pode reduzir ainda mais as chances de título na competição. Para evitar que isso aconteça, Cristóvão conta com o apoio da torcida.

Nelson Perez/Divulgação
Treinador volta a focar no Campeonato Brasileiro e em duelo com o Cruzeiro

"Os jogadores se entregam, se esforçam. A torcida sabe que fazemos o máximo. Não tenho dúvidas que vão nos apoiar no domingo. Será um grande jogo. Vamos tentar evitar que o Cruzeiro dispare ainda mais na tabela. Precisamos da força da nossa torcida", afirmou.