1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Críticas à diretoria marcam festa do Palmeiras na Sé

Gonçalo Junior - O Estado de S. Paulo

23 Agosto 2014 | 19h 01

Milhares de torcedores iniciam comemoração do centenário, mas não poupam dirigentes

O Palmeiras iniciou na tarde deste sábado as comemorações pelo seu centenário, que será comemorado na próxima terça-feira. Na Praça da Sé, local da fundação do clube, milhares de torcedores acompanharam shows de artistas, como Wilson Simoninha e Falamansa.  O ex-jogadores presentes receberam aplausos, mas a diretoria foi criticada e responsabilizada pela má fase da equipe, que está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Os primeiros craques a aparecer foram Ademir da Guia e Dudu, símbolos da primeira e da segunda Academias, que marcaram época nas décadas de 60 e 70. No meio da tarde, Marcos foi ovacionado pelos presentes. Um telão, localizado no fundo do palco, mostrou a defesa do pênalti cobrado por Marcelinho Carioca, na Libertadores de 2000. "É o melhor goleiro do Brasil", gritavam os torcedores.  Evair subiu ao palco após o show da banda de forró "Fala Mansa". O ex-camisa 9 relembrou o pênalti cobrado contra o Corinthians, na decisão do Campeonato Paulista de 1993.

André Lucas Almeida/Futura Press
Palmeirenses celebram centenário na Praça da Sé em festa com presença de ex-jogadores e artistas

 

Batizada pelo próprio clube de "Festa Popular", a comemoração integra o calendário de cinco eventos inspirados pelo centenário. O clube fará ainda eventos privados chamados de "Casa Palmeiras" nos dias 25 e 26 e lançará o livro oficial do aniversário na segunda-feira. Na terça-feira, um banquete na sede social vai festejar os cem anos. Nenhum dirigente do Palmeiras esteve presente. A torcida protestou contra o presidente Paulo Nobre por causa dos maus resultados do time no Campeonato Brasileiro - o Palmeiras não vence há dez jogos. "Paulo Nobre, seu otário, você acabou com o nosso centenário", gritaram alguns palmeirenses na Praça da Sé.

A festa, que começou no início da tarde, deverá ser encerrada no Estádio do Pacaembu, onde o Palmeiras enfrenta o Coritiba, às 21 horas, pelo Campeonato Brasileiro.

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo