Cruzeiro ainda espera que Lazio pague

O Cruzeiro deu mais prazo para a Lazio quitar parte dos US$ 11 milhões que deve pela compra do passe de Sorín. O lateral argentino foi cedido antes da Copa do Mundo, treina regularmente no clube romano, mas até agora não chegou dinheiro algum em Belo Horizonte. O time brasileiro levou o caso à Fifa. "A transação terminará bem", afirmou Ademar Magon, dirigente do Cruzeiro. "Sentimos boa vontade no presidente da Lazio de resolver a questão, se bem que agora dependerá também dos advogados", avisou, porque o processo está em curso. "Se, em dois ou três dias, tivermos as garantias bancárias, enviaremos a documentação para transferência." A Lazio enfrenta dificuldades financeiras e chegou a propor redução no preço do passe de Sorín ou transformar a venda em empréstimo. O Cruzeiro não concorda com a sugestão. A crise na Itália é tão acentuada que também a Série C adiou o início da temporada para 15 de setembro, como já ocorreu com as Divisões A e B.

Agencia Estado,

26 Agosto 2002 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.