1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Cruzeiro bate o Santos e retoma liderança do Campeonato Brasileiro

Igor Gadelha - Estadão Conteúdo

17 Agosto 2014 | 18h 37

Vitória da equipe mineira marca décimo triunfo consecutivo e terceira derrota seguida da equipe santista no torneio

O Cruzeiro venceu o Santos por 3 a 0, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e retomou a liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 33 pontos. O clube havia perdido a primeira colocação para o Internacional, que venceu o Goiás no dia anterior. O resultado em casa marcou a 10.ª vitória do clube mineiro e a terceira derrota seguida do time paulista, que caiu para a 10.ª colocação, aos 20 pontos.

O próximo desafio do Cruzeiro é contra o Grêmio, nesta quinta-feira, às 20h30, novamente no estádio do Mineirão. Já o Santos enfrenta o Atlético Paranaense nesta quarta, às 19h30, no estádio da Vila Belmiro, na Baixada Santista.

O Cruzeiro teve o controle do jogo durante quase todo o primeiro tempo. As trocas de passes minaram as tentativas de contra-ataque do Santos, pressionado em seu campo de defesa. Com boa marcação do adversário, o time santista teve dificuldade de sair jogando.

Washington Alves/Light Press
BELO HORIZONTE / MINAS GERAIS / BRASIL - 17.08.2014 - Cruzeiro joga com Santos, no Mineirão.

Depois de criar algumas chances e ter um gol anulado de Everton Ribeiro - que ajeitou com o braço antes de concluir -, aos 25 minutos o Cruzeiro abriu o placar. Em uma cobrança de falta, Marcelo Moreno raspou de cabeça e Aranha falhou ao não segurar a bola e, na queda para a defesa, mandá-la para dentro da meta. Este foi o sexto gol de Moreno no Brasileirão.

O Santos só melhorou próximo ao fim do primeiro tempo, quando o time passou a pressionar o Cruzeiro em busca do empate, mas pecou nas finalizações. Em uma delas, aos 39 minutos, após troca de passes, Thiago Ribeiro bateu rente à trave esquerda de Fábio, em uma das melhores chances do jogo.

No segundo tempo, o Santos até tentou já começar reagindo, mas o segundo gol do Cruzeiro logo aos 2 minutos deixou o time paulista perdido. Em uma jogada muito veloz, Egídio arrancou pela esquerda e acionou Willian, que mandou de primeira para Ricardo Goulart chutar forte em direção ao gol. A bola passou por Aranha e morreu na rede. Foi o nono gol do artilheiro isolado do Brasileirão.

Passado o susto do gol, contudo, o Santos voltou a reagir e pressionou o Cruzeiro em várias jogadas, mas não conseguiu completar nenhuma delas. Mesmo pressionado, o Cruzeiro ainda conseguiu fazer o terceiro, aos 42 minutos, quando Everton Ribeiro arrancou e tocou para Júlio Baptista (que havia entrado no lugar de Marcelo Moreno), que se livrou do zagueiro Edu Dracena e chutou, sem defesa, para o gol.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 0 SANTOS

CRUZEIRO - Fábio; Mayke (Ceará), Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva e Everton Ribeiro; Ricardo Goulart (Dagoberto), Willian e Marcelo Moreno (Júlio Baptista). Técnico: Marcelo Oliveira.

SANTOS - Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Bruno Uvini (Nailson) e Eugenio Mena; Alan Santos (Leandrinho), Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Leandro Damião (Rildo) e Robinho. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS - Marcelo Moreno, aos 25 minutos do primeiro tempo; Ricardo Goulart, aos 2, e Júlio Baptista, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Everton Ribeiro e Mayke (Cruzeiro); Alan Santos (Santos).

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS).

RENDA - R$ 2.047.658,00.

PÚBLICO - 39.215 pagantes (41.967 no total).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).