Washington Alves/LightPress
Washington Alves/LightPress

Cruzeiro confirma Arrascaeta fora por 2 meses após torção no joelho contra Santos

Uruguaio, contudo, não precisará passar por cirurgia

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2017 | 17h26

O meia uruguaio Arrascaeta deverá ficar cerca de dois meses fora do Cruzeiro devido a uma forte torção no joelho direito sofrida em disputa de bola com o jogador Jonathan Copete durante a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no último domingo, na Vila Belmiro. Mas o médico do clube mineiro, Sérgio Freire Júnior, afirmou que não haverá necessidade de cirurgia.

"O De Arrascaeta sofreu uma torção forte do joelho direito. Um lance que ficou bem claro nas imagens da partida. Ele fez exame de ressonância magnética hoje, que mostrou uma lesão desse joelho, mas que não tem indicação de cirurgia. Então ele já iniciou o tratamento com a fisioterapia e com medicação. É uma lesão que demora em torno de dois meses para poder cicatrizar. Ele segue em tratamento e segue fora durante este período até a cicatrização da lesão", finalizou.

O meia também desfalcará o Uruguai nos dois amistosos que o selecionado celeste disputará no início de junho. Nesta segunda-feira, a Associação Uruguai de Futebol (AUF) confirmou que a lesão sofrida pelo jogador resultou no corte para as partidas contra Irlanda, no dia 4, em Dublin, e Itália, três dias depois, em Nice, na França.

Outra preocupação do departamento médico do Cruzeiro é com o zagueiro Dedé. O jogador, que retornou recentemente ao time após longo período afastado por uma séria contusão, deixou o gramado da Vila Belmiro no intervalo da partida com dores no joelho esquerdo. O médico Sérgio Freire Júnior revelou que o atleta será poupado da próxima partida da equipe por precaução, mas tranquilizou os torcedores quanto à uma possível lesão.

"O Dedé saiu no intervalo do jogo, queixando de uma dor no joelho esquerdo, ou seja, diferente do joelho da cirurgia, isso devido à sobrecarga, por estar usando mais uma perna em relação à outra. Hoje ainda persiste com a dor, com um incômodo, foi medicado e está em tratamento. Conversando com o atleta e com a comissão técnica, nós optamos por retirá-lo da próxima partida. Ele se recupera e provavelmente retoma as atividades para a partida de domingo", explicou o médico do Cruzeiro.

O time mineiro terá dois duelos seguidos diante da Chapecoense nesta semana. Na quinta, o duelo valerá uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil e será disputado na Arena Condá, em Chapecó. Na partida de ida, em Belo Horizonte, o Cruzeiro venceu por 1 a 0.

No próximo domingo, as duas equipes voltam a se encontrar, mas desta vez em jogo válido pela quarta rodada do Brasileirão. O confronto está marcado para começar às 19 horas no estádio do Mineirão.

Mais conteúdo sobre:
Fuebol Arrascaeta futebol Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.