Assine o Estadão
assine

Esportes

Cruzeiro

Cruzeiro emite comunicado e nega transferência de Willian para o futebol chinês

O Cruzeiro emitiu um comunicado neste sábado para negar uma eventual negociação do atacante Willian com o futebol chinês. O clube demonstrou indignação com meios de comunicação que informaram que o jogador simulou uma lesão para poder acertar a transferência - ele sofreu uma contusão muscular na coxa esquerda na última terça-feira.

0

Estadão Conteúdo

06 Fevereiro 2016 | 20h27

"A informação caluniosa é um desrespeito aos profissionais do departamento médico do Cruzeiro, a todos os diretores e funcionários do Clube e também à nossa torcida. A diretoria do Cruzeiro tem trabalhado com enorme transparência, colocando a opinião pública sempre informada das negociações que envolvem nossos atletas com grande clareza. Insinuar que um profissional com a respeitabilidade do atacante Willian simulou uma lesão é um gesto de total falta de responsabilidade. Assim como também não é verdade que o clube estaria negociando nesse exato momento a venda de nenhum de nossos jogadores com qualquer equipe da China".

Willian estaria em negociação com o Shandong Luneng, time do técnico brasileiro Mano Menezes. O Cruzeiro volta a campo apenas no próximo dia 14, um domingo, para enfrentar o Tupi, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

No dia 17, o time mineiro receberá o Fluminense pela segunda rodada da Copa Sul-Minas-Rio. O departamento médico tem a expectativa de Willian estar apto para disputar estas duas partidas.

Mais conteúdo sobre:

Comentários