Cruzeiro foge do mau tempo e treina em quadra fechada antes de pegar Chapecoense

Condições meteorológicas de Chapecó (SC) atrapalham os planos da equipe mineira

Estadão Conteúdo

31 Maio 2017 | 21h02

O Cruzeiro encerrou de forma pouco usual a preparação para pegar a Chapecoense pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, véspera da partida em Santa Catarina que definirá um dos classificados às quartas, o elenco trabalhou em uma quadra fechada, graças ao mau tempo na cidade de Chapecó.

Com a chuva, a neblina e a temperatura de cerca de 15ºC, a comissão técnica cruzeirense optou por uma atividade em quadra sintética, em uma academia na cidade. O elenco celeste foi dividido em três grupos e realizou atividades técnicas, em um dia inusitado para os jogadores.

"É uma situação diferente, uma opção da comissão. Um dia chuvoso, então, até para evitar maiores contratempos, fizemos um treino mais seguro e finalizamos a preparação. Com certeza, será um jogo muito difícil, temos uma pequena vantagem, mas vamos procurar a vitória. Vamos fortes para fazermos um grande jogo", considerou o lateral Diogo Barbosa.

A estratégia do Cruzeiro de antecipar a viagem para Chapecó para a última terça-feira, com medo de qualquer imprevisto pelo clima, também se provou correta. Afinal, nesta quarta, o aeroporto da cidade foi fechado justamente pelo mau tempo.

Até pela última atividade antes da partida, o técnico Mano Menezes não deu pistas da escalação para esta quarta. Depois de vencer por 1 a 0 na ida, em Belo Horizonte, o Cruzeiro pode até perder por um gol de diferença, desde que também marque ao menos um, que estará nas quartas de final da Copa do Brasil.

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa do Brasil Cruzeiro Chapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.