Gilvan de Souza/ Flamengo
Gilvan de Souza/ Flamengo

Cruzeiro paga R$ 5,8 milhões ao Flamengo e acerta com Mancuello por 3 anos

Contrato de meia argentino de 28 anos tem opção de renovação automática por mais dois anos no clube mineiro

Estadão Conteúdo

11 Janeiro 2018 | 16h02

O Cruzeiro segue se movimentando no mercado de transferências e acertou nesta quinta-feira a contratação de mais um reforço para a temporada 2018. O clube mineiro assinou por três anos com o meio-campista argentino Federico Mancuello, que deixa o Flamengo e chega à equipe como uma das principais apostas para a disputa da Libertadores.

+ Sóbis celebra reencontro com Fred e mira terceiro título da Libertadores

Mancuello custou US$ 1,8 milhão (aproximadamente R$ 5,8 milhões) ao Cruzeiro por 60% dos direitos econômicos do jogador. O argentino de 28 anos assinou vínculo com o clube até o fim da temporada 2020, com opção por renovação automática de mais dois anos.

A contratação de Mancuello é uma aposta de Mano Menezes, que vê no atleta um nome experiente em jogos internacionais e mais uma opção de polivalência no elenco. Afinal, ele se acostumou a jogar como volante e meia e já chegou até a ser improvisado na lateral ao longo de sua carreira.

O retrospecto recente do jogador, no entanto, não é dos mais animadores. Foram 66 partidas e 10 gols com a camisa do Flamengo entre os anos de 2016 e 2017. Na temporada passada, Mancuello sofreu com a falta de espaço e chegou a ficar diversos jogos sem sequer ser relacionado. Só voltou a ser lembrado na reta final do ano, com o técnico Reinaldo Rueda.

Mancuello foi revelado pelo Independiente e já admitiu a torcida pelo clube de Avellaneda. Por isso, reviverá a intensa rivalidade regional com o Racing na Libertadores deste ano. Afinal, o Cruzeiro estreia diante do time argentino no torneio, dia 27 de fevereiro, no estádio El Cilindro.

O meio-campista será o quinto estrangeiro do elenco celeste, ao lado de Lucas Romero, Ariel Cabral, Arrascaeta e Messidoro. Trata-se também do sétimo reforço contratado para a temporada, após os laterais Edílson, Egídio e Marcelo Hermes, o volante Bruno Silva e os atacantes David e Fred.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.