Cruzeiro vence Grêmio e se classifica

O Cruzeiro garantiu antecipadamente a classificação para as semifinais da Copa Sul-Minas, ao vencer o Grêmio por 2 a 0, neste domingo, no Mineirão, com gols de Ricardinho e Lúcio. Enquanto o time mineiro chegou aos 29 pontos, a equipe gaúcha segue com 22 e ainda com boas chances de ficar com uma das quatro vagas. O atacante Luizão, da seleção brasileira, finalmente estreou no Grêmio. Ele entrou no segundo tempo e, sem ritmo de jogo, pouco tocou na bola. No lado do Cruzeiro, Edílson, que também irá defender o Brasil no amistoso de quarta-feira, contra a Iugoslávia, não jogou bem. Com 10 gols em 11 jogos pelo clube mineiro, ele errou muitos passes e teve uma única chance de marcar, mas cabeceou mal, longe do gol de Danrlei. Na etapa inicial, o Cruzeiro começou melhor, errando menos passes que o adversário e explorando bem a velocidade de Edílson e Joãozinho. O time mineiro quase abriu o placar aos 10 minutos, quando o zagueiro Cris aproveitou escanteio da direita e cabeceou forte, para a boa defesa de Danrlei. A partir dos 15 minutos, no entanto, o Grêmio conseguiu se organizar e, mesmo cometendo muitas faltas, passou a dominar a partida. O atacante Rodrigo Mendes teve três grandes chances de abrir o placar. Na primeira, ele recebeu de Zinho mas chutou nas mãos de Jefferson. Aos 31, em lance parecido, acertou a trave do Cruzeiro e, na melhor oportunidade, aos 42, sozinho na frente do goleiro, bateu para fora. O Cruzeiro voltou melhor no segundo tempo. Aos 10 minutos, o volante Ricardinho arriscou um chute de longe e acertou a bola no ângulo superior esquerdo de Danrlei, que não teve a menor condição de defesa: 1 a 0. Aí, aos 18, o técnico Tite colocou Luizão em campo, no lugar de Luís Mário - que atuou pelo Grêmio mesmo impedido por liminar judicial, obtida pelo Corinthians. Luizão, que não jogava desde 8 de fevereiro, quando se contundiu ao comemorar um gol ainda pelo Corinthians, participou apenas de uma jogada de perigo. Foi aos 30 minutos, quando ele tocou a bola para Zinho, que driblou dois adversário e chutou, mas Jefferson defendeu. Enquanto o Grêmio desperdiçava suas chances, o Cruzeiro aproveitou para marcar o segundo. Num rápido contra-ataque, aos 31 minutos, Lúcio, que acabara de entrar no lugar de Joãozinho, passou por três adversários e chutou colocado, no canto direito de Danrlei. No final, Tinga foi expulso e, com um homem a menos, o time gaúcho não teve condições de reagir.

Agencia Estado,

24 Março 2002 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.