Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Cuca se diz aliviado por vitória: 'Meu histórico de estreias é ruim'

Técnico do Palmeiras temia expectativa elevada da torcida por bom resultado contra o Vasco

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

15 Maio 2017 | 07h00

O técnico Cuca, do Palmeiras, estava mais aliviado do que eufórico depois da vitória por 4 a 0 sobre o Vasco, neste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. No retorno ao clube, o treinador campeão brasileiro do ano passado revelou ansiedade para ter de corresponder à expectativa da torcida pela reestreia no cargo.

Cuca viu nas mãos da torcida cartazes com recados de boas vindas e testemunhou nas redes sociais o apoio pela sua contratação. "É perigoso ter um primeiro jogo e aí as coisas não vão bem. Meu histórico não é bom ainda. No Atlético-MG perdi seis e no Palmeiras, ano passado, foram quatro derrotas", comentou.

O treinador levou ao estádio a mulher, as duas filhas e o genro para acompanharem o jogo. A família esteve perto inclusive na hora da entrevista coletiva, para dar apoio à volta de Cuca. Apesar da goleada por 4 a 0, o técnico afirmou que em certos momentos o jogo foi complicado, mas se resolveu graças a gols em momentos cruciais. Mesmo festejado pelos palmeirenses após o apito final, Cuca recusou o rótulo de salvador.

"Às vezes quando entra um outro treinador, o jogador se motiva, aproveita o momento. Muito do que fiz, foi em cima do trabalho do Eduardo Baptista. Então, seguimos esse caminho", explicou. Em tom de bom humor, o treinador quis esclarecer que a calça cor de vinho que usava não é a mesma do ano passado. Cuca disse que aquele modelo ficou com o clube, mas como ganhou de presente outras peças idênticas, acabou por escolher a repetição na reestreia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.