Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Cuca terá salários pagos pelo Palmeiras e premiação bancada por patrocinadora

Treinador retorna ao clube com contrato válido até dezembro de 2018 e remuneração maior

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

09 Maio 2017 | 15h11

Palmeiras e Crefisa uniram esforços para concretizar o retorno do técnico Cuca ao comando da equipe. Apresentado nesta terça-feira, o treinador campeão brasileiro pela equipe no ano passado assinou contrato até o fim de 2018 e será bancado parte pelo clube, responsável pelos salários, e parte pela patrocinadora master, de quem recebeu as luvas pela assinatura do vínculo.

O Estado apurou com fontes ligadas ao clube que o acordo selado com o treinador prevê o pagamento de um salário de R$ 450 mil, pouco acima dos cerca de R$ 400 mil recebidos entre março e dezembro do ano passado, quando dirigiu o clube. A Crefisa repassou a Cuca como bônus pela assinatura do contrato o valor de R$ 1,5 milhão. A empresa chegou a propor bancar parte dos vencimentos mensais do treinador, mas o Palmeiras decidiu arcar com os custos.

A empresa esteve presente na primeira entrevista coletiva de Cuca. A proprietária da Crefisa, Leila Pereira, posou para fotos e entregou ao treinador um livro comemorativo pela conquista do Brasileiro no ano passado. A estreia dele no cargo será no domingo, quando o Palmeiras recebe o Vasco, no Allianz Parque, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Durante a entrevista, Cuca elogiou o trabalho do antecessor, Eduardo Baptista, demitido na quinta-feira. "Ele fez o time passar uma sensação muito boa para quem assistia aos jogos. É uma equipe que controla a bola, como é o estilo dele. Infelizmente o Palmeiras não chegou à final e perdeu. Mas a gente viu o Palmeiras jogando bem e jogando com aquele espírito que a gente espera", comentou.

O novo treinador do Palmeiras disse que o antecessor no cargo, nove anos mais jovem, vai se recolocar no mercado em breve. "Tenho certeza que o Eduardo vai estar em um time grande uma hora ou outra, porque o que ele fez aqui só engrandeceu o nome dele. Ele saiu com dignidade e grandeza do clube", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.