César Greco/Ag. Palmeiras
César Greco/Ag. Palmeiras

Cuca torce para Palmeiras recuperar pontos perdidos na sequência do Brasileirão

Treinador evita lamentar derrota para Chapecoense, fora de casa, na segunda rodada

O Estado de S. Paulo

21 Maio 2017 | 07h00

Apesar da derrota do Palmeiras para a Chapecoense por 1 a 0, na Arena Condá, o técnico Cuca defendeu a estratégia de escalar o time reserva para a segunda rodada do Campeonato Brasileiro e evitou lamentar o resultado negativo neste sábado. O treinador torce para que o prejuízo seja coberto no futuro. "Tomara que lá na frente a gente recupere esses pontos perdidos", afirmou. 

Cuca tenta ver o lado positivo do tropeço em Santa Catarina, o seu primeiro desde que reassumiu o comando do Palmeiras, e fala em aprendizado. Na reestreia do técnico, o time alviverde goleou o Vasco por 4 a 0, na abertura do Brasileirão e, na sequência, ganhou do Internacional por 1 a 0, em casa, pela Copa do Brasil.

"O jogo se arrastava para zero a zero devido às equipes marcarem mais do que armarem. Em uma falta na intermediária do lado direito, nós tomamos um contra-ataque, que resultou no gol da Chape. Não tenho o que reclamar. Eles foram mais eficazes em jogo que poderia ir para um empate e acabou se perdendo. A gente tem de tirar lições para jogos importantes", disse.

Preocupado com o calendário apertado e o desgaste do grupo no curto espaço de recuperação, Cuca tomou a decisão de deixar boa parte dos titulares em São Paulo. O treinador tentou preservar quem vai a campo contra o Atlético Tucumán, na quarta-feira, em busca da classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. 

"A gente tem jogadores que atuaram no meio de semana e ficam à mercê de lesão, a gente não pode correr esse risco. Ficaram trabalhando em uma condição em que vão estar 100% na quarta-feira", projetou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.