1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

De herói a vilão

O Estado de S. Paulo

27 Junho 2014 | 11h 55

Após atuação decisiva contra Inglaterra e mordida Chiellini, 65% dos leitores do 'Estado' acham justa a punição da Fifa imposta a Suárez

A punição da Fifa aplicada ao atacante uruguaio Luis Suárez, que defende as cores do Liverpool, da Inglaterra, suspenso por nove jogos com a camisa da seleção do Uruguai, quatro meses sem poder atuar como jogador de futebol mais uma multa de 100 mil francos, aproximadamente R$247 mil, é justa. De acordo com a opinião de 65% dos participantes da enquete, Luis Suárez mereceu a punição que recebeu da entidade máxima do futebol mundial, a mais severa na história dos Mundiais.

Os outros 35%, acreditam ser exagerada a sanção imposta pela Fifa, tendo em vista outros lances de agressão que ocorreram também nesta Copa do Mundo, mas não receberam as mesmas atenções. A título de curiosidade, o francês Zinedine Zidane agrediu o italiano Marco Matterazzi com uma cabeça na final da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.

José Patrício/Estadão
65% dos participantes de enquete acham justa a punição dada a Luis Suárez por mordida

O camisa 10 da França foi punido com cartão vermelho e três jogos de suspensão. O uruguaio teve contratos publicitários rescindidos e dirigentes do Liverpool afirmaram rescindir o vínculo com Suárez caso ele não peça desculpas pela mordida que deu em Chiellini e gerou a punição. A Adidas, patrocinadora do atacante, afirmou que não veicular mais nenhum comercial com a imagem do uruguaio até o final da Copa.

Copa 2014