De volta à elite mineira, Boa perde para o Vila Nova na estreia da Série B

O Boa viveu emoções distintas neste sábado. O retorno à Série B do Campeonato Brasileiro, depois do título da Série C em 2016, foi negativa. Perdeu para o Vila Nova por 1 a 0, no estádio Dilzon Melo, na cidade de Varginha (MG), pela primeira rodada. O jogo foi fraco tecnicamente, mas o time goiano se mostrou mais bem organizado diante do misto do campeão brasileiro da Série C de 2016.

Estadão Conteúdo

13 Maio 2017 | 19h42

Mas a alegria veio minutos depois da partida. É que, em Muriaé (MG), o Betinense foi derrotado pelo Nacional por 1 a 0, pela nona e penúltima rodada do hexagonal final do Módullo II do Campeonato Mineiro (segunda divisão), em resultado que garantiu o acesso antecipado de Boa e Patrocinense, de Patrocínio (MG), à elite estadual em 2018.

O mandante foi escalado com algumas mudanças pelo técnico Julinho Camargo por estar nesta reta final do Módullo II do Campeonato Mineiro. Mesmo assim, começou o jogo com mais disposição, tentando ir ao ataque.

Mas o Vila Nova foi mais eficiente na estreia do técnico Hemerson Maria, que substituiu Mazola Júnior. Tanto que abriu o placar aos 18 minutos. Wallyson cobrou falta na intermediária e levantou a bola na área. O goleiro Luan Polli se atrapalhou com a defesa e o experiente zagueiro Alemão conseguiu desviar de cabeça para as redes.

O time goiano ainda tirou proveito da improvisação do zagueiro Josué como lateral-direito e explorou bem aquela lado do ataque. Por ali, quase que Wallyson ampliou em um chute cruzado desviado por Luan Polli. A melhor chance mineira saiu em um chute de longe de Léo Bartholo, aos 35 minutos. O goleiro Elisson saltou e mandou a bola para escanteio.

No segundo tempo, o Boa voltou mudado. Saiu o zagueiro Igor Brondani para a entrada do atacante Gilmar. Com isso, Josué passou a atuar como zagueiro e Léo Baiano como lateral. A melhor chance saiu em uma cabeça da de Gilmar e que Elisson saltou para espalmar, evitando o empate aos 19 minutos. Este foi o ritmo de jogo até o fim. O Boa tentando ir ao ataque, mas sem objetividade.

O Boa abre a segunda rodada, nesta terça-feira, às 21h30, fora de casa contra o Ceará. O Vila Nova atuará no estádio Serra Dourada, em Goiânia, na próxima sexta-feira, às 20h30, diante do Juventude.

FICHA TÉCNICA

BOA 0 x 1 VILA NOVA

BOA - Luan Polli; Josué, Igor Brondani (Gilmar), Douglas Assis e Paulinho; Léo Baiano, Léo Bartholo (Oliveira), Eduardo e Fellipe Mateus; Rodolfo e Wesley (Ramon). Técnico: Julinho Camargo.

VILA NOVA - Elisson; Foguete, Alemão, Wesley Matos e Maguinho; PH, Geovane e Moraes Júnior (Bruno Prado); Ruan (Mateus Anderson), Patrick Leonardo (Marcos Paulo) e Wallyson. Técnico: Hemerson Maria.

GOL - Alemão, aos 18 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Léo Bartholo e Josué (Boa); Patrick Leonardo (Vila Nova).

ÁRBITRO - Claudio Francisco Lima e Silva (SE).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.