Defesa deixa Botafogo em alerta

O Botafogo precisa de uma vitória neste domingo, contra o América, às 16h, no Maracanã, pela 13ª rodada do Torneio Rio-São Paulo, para manter as chances de classificação à próxima fase. A preocupação no Alvinegro é com sua defesa. A equipe perdeu por 3 a 1 para o Corinthians, na última rodada do Regional e, na quarta-feira, foi derrotado em casa pelo Paraná, na Copa do Brasil, pelo mesmo placar. O técnico do Botafogo, Abel Braga, não pôde escalar o lateral-direito Cicinho, que sofreu uma contusão nos ligamentos do tornozelo direito. O substituto será Rodrigo Fernandes que, segundo o treinador, já teve algumas oportunidades neste ano e não decepcionou. "A contusão afetou os ligamentos e não sei quanto tempo ficarei afastado", disse Cicinho. No ataque, Abel deve promover o retorno do atacante Taílson no lugar de Felipe, que teve uma péssima atuação na derrota para o Paraná. Já o atacante Dodô, que está com 14 gols na competição, tem presença garantida. "No domingo (hoje) temos que vencer de qualquer maneira, senão, bye, bye Brasil", alertou o treinador. O técnico do América, Renê Weber, adotou o treino integral para reorganizar a equipe. "O time estava dividido para disputar o Campeonato Carioca e o Rio-São Paulo. Preferi unir o grupo em busca de um único objetivo", afirmou o treinador, enfatizando que irá dar prioridade ao segundo turno do Carioca. "Não menosprezamos o Rio-São Paulo, mas temos poucas chances. Contra o Botafogo, aproveitarei para fazer observações", afirmou Renê.

Agencia Estado,

30 Março 2002 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.