Patricia de Melo Moreira/ AFP
Patricia de Melo Moreira/ AFP

Desfalcado e em casa, Portugal cai para Cabo Verde em jogo solidário

Partida arrecada fundos para reconstrução após erupção vulcânica

Estadão Conteúdo

31 Março 2015 | 19h17

Portugal recebeu Cabo Verde para um amistoso solidário nesta terça-feira, em Estoril. A ideia era arrecadar fundos para o país africano se recuperar dos desastres causados por uma erupção vulcânica, mas a seleção portuguesa pareceu estender esta solidariedade para o campo. Repleta de desfalques, atuou muito mal e acabou derrotada pelo frágil adversário por 2 a 0. 

Com uma escalação bastante alternativa, já que liberou seus principais nomes - como Cristiano Ronaldo, Fabio Coentrão, entre outros - após a vitória sobre a Sérvia no fim de semana, Portugal não resistiu a Cabo Verde. Ao menos, os portugueses conseguiram arrecadar 50 mil euros para o país africano.

Cabo Verde passou por um verdadeiro pesadelo do fim do ano passado ao início deste ano. Uma sequência de 77 dias de erupções vulcânicas causou a destruição de boa parte do país entre os dias 23 de novembro e 7 de fevereiro. Estima-se que até 125 toneladas de lava tenham sido derramadas e o prejuízo total tenha ficado perto dos 45 milhões de euros.

Em campo, nesta terça, Cabo Verde pôde ao menos dar uma alegria para seu povo. Os gols de Odair Fortes, aos 37, e Gege, aos 43 minutos, ambos no primeiro tempo, garantiram o triunfo para a equipe. A expulsão do português André Pinto, aos 15 da etapa final, encerrou qualquer chance de reação dos mandantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.