1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Dilma defende no Twitter uma Copa do Mundo contra o racismo

Sandra Manfrini - Agência Estado

14 Fevereiro 2014 | 19h 17

Presidente já havia usado o microblog para lamentar episódio de racismo cometido contra Tinga

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff usou sua conta no microblog Twitter, nesta sexta-feira, para dizer que a Copa do Mundo no Brasil será uma Copa contra o racismo e que vai mostrar o "Brasil de todas as cores". Mais uma vez, ela citou o volante Tinga, do Cruzeiro, que foi vítima de ofensas raciais em jogo da Libertadores, na última quarta-feira, no Peru, e disse que o Brasil está "fechado com o Tinga".

"Vamos fazer da #CopaDasCopas a #CopaContraORacismo. Vamos mostrar o #BrasilTodasAsCores. Por isso o Brasil inteiro está #FechadoComOTinga!", escreveu Dilma, citando um slogan que ela vem falando com frequência nos últimos tempos para dizer que o Brasil vai fazer a "Copa das Copas".

Na quinta-feira, Dilma já tinha usado o Twitter para lamentar o episódio envolvendo Tinga - torcedores do Real Garcilaso imitaram sons de macaco quando ele tocava na bola durante o jogo disputado na cidade peruana de Huancayo. "Foi lamentável o episódio de racismo contra o jogador Tinga, do Cruzeiro, no jogo de ontem, no Peru. Ao sair do jogo, Tinga disse que trocaria seus títulos por um mundo com igualdade entre as raças. Por isso, hoje o Brasil inteiro está fechado com Tinga", disse a presidente na ocasião.

Copa 2014