Ricardo Duarte/SC Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Diretoria se reúne e decide demitir Antônio Carlos Zago do Inter após derrota

Equipe gaúcha perdeu para o Paysandu por 1 a 0 fora de casa neste sábado pela terceira rodada da Série B

Estadão Conteúdo

28 Maio 2017 | 12h50

(Atualizado às 13h45)

O técnico Antônio Carlos Zago não é mais o técnico do Internacional. Depois do fraco desempenho no início da Série B do Campeonato Brasileiro, somado ao revés na final do Campeonato Gaúcho contra o Novo Hamburgo, a diretoria decidiu não contar mais com o ex-zagueiro no comando do Colorado. O anúncio foi feito no site oficial do clube no início da tarde deste domingo.

A decisão põe fim às especulações que se iniciaram na noite de sábado e, até então, eram negadas pelo clube - mas sem muita veemência. Após a derrota do time colorado para o Paysandu por 1 a 0, sábado, fora de casa, pela terceira rodada da Série B, o vice de futebol do clube, Roberto Melo, havia concedido uma coletiva e, na ocasião evitou bancar a permanência do treinador.

"Precisamos melhorar. Temos um grupo qualificado e precisamos ter um rendimento melhor. Não vou fazer, como a gente não faz de jogadores, uma análise pública sobre o nosso treinador", afirmou o dirigente. "A gente trata tudo internamente", emendou.

A situação precisava ser definida com pressa porque o Internacional volta a campo nesta quarta-feira, no estádio do Beira-Rio, para enfrentar o Palmeiras, no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O time paulista venceu o primeiro jogo, em São Paulo, por 1 a 0.

A saída do treinador atende a pressão feita pelos torcedores, que estão irritados com o fraco desempenho na Série B. O Internacional ocupa a décima colocação, com quatro pontos - tem uma vitória, um empate e uma derrota.

Zago sabia que sua situação era complicada, e deixou seu futuro nas mãos da diretoria. "A direção é que deve tomar as decisões que acham certas. Estou aqui para fazer meu trabalho da melhor maneira possível. Não é pergunta para eu responder", respondeu em entrevista coletiva ainda no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.