Doping: atacante do Náutico suspenso

O presidente da Comissão Nacional de Controle de Dopagem da CBF, Tanus Jorge Nagem, divulgou hoje à tarde, na sede da entidade, o primeiro caso de doping ocorrido este ano na Copa do Brasil, no jogo Brasiliense x Náutico, em 27 de fevereiro, no estádio Cerejão, em Brasília. O resultado da análise laboratorial da prova e contraprova do atacante Danilo, do Náutico de Recife, foi positivo. O jogador está suspenso preventivamente por 29 dias e pode pegar suspensão de até um ano na Justiça Desportiva. Segundo o relatório técnico do Labetec-UFRJ, a amostra da urina analisada confirmou a presença de metabólitos de clostebol, substância proibida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e pelo Regulamento de Controle de Dopagem da CBF. O clostebol é um asteróide anabolizante sintético, indicado para tratamento de lesões e erosões. É utilizado também em lesões ginecológicas sob o nome comercial de Trofodermin e Novaderme.

Agencia Estado,

15 Março 2002 | 17h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.