Assine o Estadão
assine

Esportes

Futebol

Dunga chama 'chineses' Gil e Renato Augusto para seleção brasileira

Treinador convoca equipe para jogos contra Uruguai e Paraguai

0

Felipe Rosa Mendes,
Estadão Conteúdo

03 Março 2016 | 11h31

O técnico Dunga decidiu manter o zagueiro Gil e o meia-atacante Renato Augusto na seleção brasileira, apesar das recentes transferências dos ex-jogadores do Corinthians para o pouco competitivo mercado chinês. Na lista de convocados divulgada nesta quinta-feira, o treinador descartou os goleiros Jefferson e Cássio para as partidas contra Uruguai e Paraguai e chamou pela primeira vez o lateral-esquerdo Alex Sandro, nos dias 25 e 29 deste mês, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Gil e Renato Augusto se tornaram o maior motivo de expectativa antes da atual convocação em razão da saída do Corinthians rumo ao futebol chinês, no início deste ano. O zagueiro foi defender o Shandong Luneng enquanto o meia está vestindo a camisa do Beijing Guoan após debandada de brasileiros em meio a pesadas ofertas financeiras da China.

A dupla, chamada para os últimos dois jogos da seleção em 2015, foi mantida na primeira lista de Dunga após a transferência para a China, assim como aconteceu com o meia Ricardo Goulart e o atacante Diego Tardelli. Os ex-jogadores de Cruzeiro e Atlético-MG também foram jogar no futebol chinês e acabaram perdendo espaço na seleção nos últimos meses.

Dunga também surpreendeu nesta quinta ao descartar os goleiros Cássio e Jefferson. O corintiano se recuperou recentemente de lesão, mas foi titular na partida de quarta, pela Copa Libertadores. Cássio havia sido a surpresa do treinador da seleção para as últimas rodadas do ano passado, contra Argentina e Peru.

Também incluído naquela lista, Jefferson voltou a perder espaço no time e ficou de fora da atual convocação. O goleiro do Botafogo protagonizou polêmica no fim do ano ao reclamar publicamente por ter perdido a vaga de titular da seleção. Nesta semana, ele chegou a pedir espaço para jogar até na Olimpíada do Rio, que conta com time sub-23.

Com as ausências de Jefferson e Cássio, Alisson ganha força para seguir como titular. Marcelo Grohe, do Grêmio, voltou a ser chamado após ficar de fora da última lista por lesão. O terceiro goleiro foi Diego Alves, do Valencia. Ainda na defesa, o destaque foi a convocação de Alex Sandro, da Juventus. Ele foi chamado pela primeira vez por Dunga para ocupar o lugar de Marcelo. O atleta do Real Madrid está voltando de lesão.

Para o meio-campo, Dunga voltou a chamar Philippe Coutinho, em detrimento de Lucas Moura, e deu nova chance a Lucas Limas. O experiente Ricardo Oliveira, seu companheiro de Santos, também receberá outra oportunidade no grupo. Outro jogador com larga experiência a ganhar mais espaço foi Kaká. O jogador do Orlando City foi mantido na lista, em comparação à última convocação.

Os jogadores vão se apresentar à seleção no dia 21. No dia 25, o Brasil vai enfrentar o Uruguai, às 21h45, na Arena Pernambuco, na Região Metropolitana de Recife. No dia 29, no mesmo horário, o adversário será o Paraguai no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção.

A seleção brasileira ocupa a terceira colocação na tabela das Eliminatórias, com sete pontos. O Uruguai, próximo rival, é o vice-líder, com nove. E o Paraguai, adversário do dia 29, vem logo abaixo do Brasil, com os mesmos sete pontos, mas na quarta posição, por ter menor saldo de gols.

Confira abaixo a lista dos 23 jogadores convocados:

GOLEIROS - Alisson (Internacional), Marcelo Grohe (Grêmio) e Diego Alves (Valencia).

ZAGUEIROS - David Luiz (Paris Saint-Germain), Miranda (Inter de Milão), Marquinhos (Paris Saint-Germain) e Gil (Shandong Luneng).

LATERAIS - Danilo (Real Madrid), Daniel Alves (Barcelona), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Alex Sandro (Juventus).

MEIO-CAMPISTAS - Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City), Renato Augusto (Beijing Guoan), Philippe Coutinho (Liverpool), Oscar (Chelsea), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea), Kaká (Orlando City) e Douglas Costa (Bayern de Munique).

ATACANTES - Neymar (Barcelona), Hulk (Zenit) e Ricardo Oliveira (Santos).

Comentários