1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dunga quer 'Neymar do Santos' na seleção brasileira

MARCIO DOLZAN - Estadão Conteúdo

28 Agosto 2014 | 14h 36

Técnico reestreia no comando da Seleção no dia 5, contra a Colômbia. Jogadores se apresentam entre domingo e segunda

O técnico da seleção brasileira, Dunga, disse nesta quinta-feira que espera que o atacante Neymar atue na seleção brasileira como na época em que defendia o Santos. Segundo o treinador, o jogador do Barcelona precisa demonstrar em campo "sua alegria própria".

"Todos nós queremos que seja o Neymar do Santos, espontâneo, criativo, um jogador determinante para a seleção brasileira, uma referência , e sem perder a alegria que é dele própria", disse Dunga na sede da CBF, após participar de uma homenagem que reuniu ex-jogadores campeões do mundo pela seleção.

O treinador falou com cautela sobre os dois primeiros amistosos da seleção sob o seu comando, contra Colômbia e Equador. "A gente tem que chegar e trabalhar. Ninguém faz milagre em dois dias, querer revolucionar tudo. Temos que manter uma base", disse. O técnico afirmou que ainda não definiu quem será o capitão do time.

Marcos de Paula/Estadão
Dunga embarca com a Seleção para Miami no domingo

Dunga comentou também sobre o espaço que pretende dar aos campeões mundiais. Quando Gilmar Rinaldi assumiu a coordenação geral de seleções, ficou definido que a equipe brasileira passaria a ter um "assistente técnico pontual" para atuar junto com a comissão técnica nos jogos - o ex-volante Mauro Silva será o primeiro.

"Temos que dar a esses campeões do mundo a oportunidade de transmitir experiência, o DNA de campeão, o quanto é difícil chegar no topo", avaliou Dunga. O treinador foi mais longe e sugeriu que a medida seja estendida também aos clubes brasileiros.

"Nós acharmos que a seleção brasileira vai transformar o futebol brasileiro é muita pretensão nossa, porque nós temos um período muito curto. Teria que ser um todo. Lógico que a seleção brasileira é uma referência, tem uma participação boa, mas trazer esses campeões do mundo para trabalhar nos clubes seria muito importante."

De volta ao comando da seleção brasileira, sucedendo Luiz Felipe Scolari, Dunga reestreia diante da Colômbia, em 5 de setembro, em Miami. Depois, no dia 9, a equipe vai encarar o Equador.

Os jogadores convocados que atuam no Brasil se apresenta no domingo às 21h20 no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e seguem para Miami. Os jogadores que moram na Europa, incluindo Neymar, se apresentam durante a segunda-feira nos Estados Unidos.