Eduardo Baptista evita mudanças em sua estreia pelo Atlético-PR contra o Flamengo

Técnico substituirá Paulo Autuori, novo diretor de futebol, que comandou a equipe em duas derrotas no Brasileirão

Estadão Conteúdo

28 Maio 2017 | 08h18

O péssimo início de Campeonato Brasileiro, com duas derrotas e saldo negativo de seis gols, custou o emprego do técnico Paulo Autuori - que virou diretor de futebol - mesmo com a classificação do Atlético Paranaense às oitavas de final da Copa Libertadores. Ainda assim, a expectativa é de que o time não tenha grandes mudanças para encarar o Flamengo, neste domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela terceira rodada.

Foi, ao menos, o que garantiu Eduardo Baptista, contratado para o lugar de Paulo Autuori. "Os estilos, tanto do Paulo quanto o meu são parecidos. Então, são mais ajustes de comportamento. A ideia é mexer o mínimo possível. Mas garanto que, se houver mudanças, serão mudanças pontuais em função de algum encaixe", avisou o novo treinador.

Com pouco tempo para treinar o time, assim, Eduardo Baptista deve manter a base que foi derrotada para o Grêmio, no último domingo, em casa, por 2 a 0. A única possível mudança pode ser ocasionada por problemas médicos: com dores na panturrilha, o meia Carlos Alberto chegou a ser poupado do treino da última sexta-feira e virou dúvida.

Com a provável ausência de Carlos Alberto, o meia-atacante Guilherme surge como principal candidato a ficar com a vaga. Já Felipe Gedoz está recuperado de contusão, mas ainda não tem condições de jogo. Com duas derrotas, o Atlético Paranaense é o penúltimo colocado do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.