Elenco do Flamengo comemora vantagem na final do Carioca e já mira Libertadores

Rubro-negro tem compromisso com a Universidad Católica na quarta-feira

Estadao Conteudo

01 Maio 2017 | 11h34

Os jogadores do Flamengo exaltaram a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, no primeiro duelo entre a dupla Fla-Flu na decisão do Campeonato Carioca deste ano. Com o resultado, o time rubro-negro jogará pelo empate na segunda partida da decisão e poderá ter mais tranquilidade para o jogo de quarta-feira pela Copa Libertadores, contra a Universidad Católica, no Rio.

O meio-campista Mancuello comemorou a vantagem obtida sobre o rival e a manutenção da invencibilidade do time no Estadual. E destacou a tranquilidade que o resultado trouxe para a equipe enfrentar o time chileno pela competição continental. Por outro lado, o argentino lamentou a contusão do volante Rômulo, que sentiu o joelho operado durante o clássico.

"A gente fica feliz e satisfeito, porque sabemos todo o esforço que fizemos no Campeonato Carioca, no qual ainda continuamos invictos. Hoje, infelizmente, nosso companheiro Rômulo teve que sair do jogo. Tentei botar em campo todas as minhas forças para a gente conseguir ganhar, e assim aconteceu. Na quarta-feira temos que recarregar as forças e tentar ganhar em casa, que é o mais importante para a gente, e depois pensar novamente na final", comentou Mancuello.

O zagueiro Rafael Vaz comemorou a oportunidade de voltar a vestir a camisa do Flamengo - o atleta, recentemente, foi alvo de críticas da torcida - e ressaltou a boa fase do clube na temporada.

"Estamos muito motivados, disputando dois campeonatos bem importantes para o clube. Temos muita responsabilidade. O time é muito experiente e sabe bem o que quer. Tenho certeza que os resultados estão aparecendo e não é por acaso. Tem muita coisa para acontecer, mas o Flamengo está no caminho certo. O time se portou muito bem e o Flamengo mostrou que veio para ser campeão", avaliou Rafael Vaz.

Já o atacante colombiano Berrío destacou o apoio da torcida e o esforço para cumprir a determinação que recebeu do técnico Zé Ricardo para ajudar na marcação. "Fico feliz pela torcida confiar na minha capacidade. Me senti muito bem, tentei conseguir um bom desempenho em campo e ajudar a equipe tanto na defesa quanto na saída para o ataque. Sabia que era importante e precisava defender bastante, assim como me entregar muito no ataque."

O Flamengo, diferentemente do Fluminense, não terá a semana livre para se preparar somente para a decisão do Carioca. O time retoma as atividades nesta segunda-feira, no Ninho do Urubu, na zona oeste do Rio de Janeiro, visando a partida contra a Universidad Católica, nesta quarta, às 21h45, no Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.