Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Eliminação na primeira fase entra para rol de vexames do Flamengo

Rubro-negro acumula seis eliminações vexatórias em dez anos

O Estado de S.Paulo

18 Maio 2017 | 10h39

A derrota para o San Lorenzo que eliminou o Flamengo na primeira fase da Libertadores entrou para o rol de vexames da equipe rubro-negra na principal competição continental. O clube acumula seis eliminações vexatórias nos últimos dez anos.

As três últimas foram na fase inicial. Além da queda prematura na atual edição, o Flamengo também não avançou ao mata-mata em 2012 e 2014. Na primeira, o time até venceu o Lanús no Engenhão, mas foi eliminado por causa da vitória do Emelec, do Equador, sobre o Olímpia, do Paraguai, quando já comemorava a classificação. Dois anos depois precisava de uma vitória simples no Maracanã na última rodada e perdeu para o León, do México.

Em 2007, o Flamengo pelo menos chegou na fase eliminatória, mas caiu logo nas oitavas de final. A equipe rubro-negra levou 3 a 0 do Defensor, do Uruguai, no jogo de ida e não conseguiu reverter na volta, no Maracanã, quando venceu por 2 a 0.

A história se repetiu em 2008. A eliminação veio de maneira incrível. Após vencer o América do México por 4 a 2 fora de casa, o time rubro-negro levou 3 a 0 no Maracanã, com um show de Cabañas.

Em 2010, nova eliminação no mata-mata, desta vez nas quartas de final. O Flamengo perdeu para o Universidad de Chile por 3 a 2 no Maracanã no jogo de ida e, apesar de vencer por 2 a 1 na volta, em Santiago, foi eliminado.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.