Alessandra Tarantino/ AP Photo
Alessandra Tarantino/ AP Photo

Em adeus à Roma, Totti revela receio por futuro e exalta: 'Foram 28 anos de amor'

Aos 40 anos, ídolo fez sua última partida pela equipe neste domingo

Estadão Conteúdo

28 Maio 2017 | 17h26

Minutos após a vitória da Roma sobre o Genoa, neste domingo, no encerramento do Campeonato Italiano, o ídolo Francesco Totti, de 40 anos, capitão e camisa 10 da equipe, que se despediu da equipe após 28 anos dedicados ao clube, discursou para a torcida romanista que lotou o Estádio Olímpico, na capital do País. O texto foi publicado no site oficial do clube (www.asroma.com).

A carta, carregada de emoção, traz agradecimentos aos familiares - pais, irmãos, filhos, esposa - e amigos, além da torcida romanista. O texto destaca o amor de Totti pelo futebol desde menino, sentimento que continuará no coração do craque, conforme frisa no discurso.

"Hoje, chegou o tempo de bater no meu ombro e dizer: 'Devemos crescer, amanhã será grande, tirar o calção e as chuteiras, porque a partir de hoje sou um homem que não poderei mais sentir o cheiro da grama tão de perto, o sol no rosto enquanto corro contra a defesa adversária, a adrenalina que costuma te dar satisfação", disse o ídolo do futebol italiano em um dos trechos da carta que escreveu.

Totti revela receio pelo seu futuro agora como ex-jogador da Roma. Um medo que ele considera maior do que aquele sentido quando está prestes a cobrar um pênalti. "Agora, não posso ver através dos buracos da rede o que acontecerá depois", comparou o capitão romanista.

O agora ex-jogador da Roma também fez uma menção especial aos torcedores que se posicionam na chamada "Curva Sur", a curva sul do Estádio Olímpico de Roma, setor reservado para os fãs mais fanáticos. "Nasci romano e ser romanista é um privilégio. Ser capitão desta equipe foi uma honra", frisou Torri.

"Desta vez, desço as escadas, entro no vestiário que me acolheu quando era menino e que deixo agora, que sou um homem. Sou orgulhoso e feliz por ter dado 28 anos de amor", finalizou o capitão Totti.

Além de findar a sua longa trajetória com a Roma de forma positiva, Totti recebeu uma série de homenagens neste domingo. Até na camisa do Genoa foi escrita a seguinte mensagem: "25 temporadas com uma única camisa, 705 jogos, 307 gols, campeão do mundo em 2006. Francesco Totti é parte da história do futebol".

Mais conteúdo sobre:
Futebol Internacional futebol Totti Roma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.