1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Em confronto da Copa do Brasil, Robinho reencontra Felipão

Sanches Filho - O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 07h 00

Atacante do Santos desafia técnico do Grêmio, que o deixou de fora da Copa, em partida que abre disputa por vaga nas quartas de final

Robinho se recuperou de um estiramento no músculo posterior da coxa direita e nove dias depois de se machucar voltará a campo para ajudar o Santos nesta quinta-feira, contra o Grêmio, às 20h, em Porto Alegre, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Será o primeiro encontro entre o atacante e Luiz Felipe Scolari, técnico da equipe gaúcha e que há dois meses não levou o jogador para a disputa da Copa do Mundo quando dirigia a seleção brasileira.

"Não conversei com Felipão ainda. Ele é um grande treinador e tenho respeito por ele", esquivou-se Robinho nesta quarta-feira ao ser questionado se enfrentar o treinador que o deixou fora da Copa, preferindo convocar jogadores sem experiência como Jô e Bernard, serve de motivação especial. Ele preferiu lembrar o jogo em que acabou com o Grêmio nas semifinais do Campeonato Brasileiro de 2002, na Vila Belmiro.

Naquela partida, Robinho fez um dos gols da vitória do Santos por 3 a 0, provocou a expulsão de Anderson Polga e abusou dos dribles, o que levou o goleiro Danrlei a tentar agredi-lo no final e a prometer quebrar as pernas dele no jogo de volta, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Na volta, Robinho não se intimidou e nem foi quebrado. O Santos perdeu por 1 a 0 e se classificou para a decisão contra o Corinthians, sagrando-se campeão depois de 18 anos de espera por um título importante. "Lembro bem daquela partida e das declarações polêmicas do Danrlei. Fomos bem, mas todos os jogos contra o Grêmio são difíceis e espero ganhar esse lá no Sul", disse.

Ivan Storti/Divulgação
Robinho retorna ao time depois de lesão

Oswaldo de Oliveira teve a certeza de que Robinho vai jogar nesta quinta-feira só no treino desta quarta-feira ao ver o atacante se movimentar, driblar e chutar em gol sem dificuldade. O que ainda não está decidido é se ele começa como titular ou se fica no banco para entrar no segundo tempo. "Vou falar (para o Oswaldo) que quero jogar, mas vamos tomar uma decisão conjunta numa conversa minha, com o treinador e com o médico. Mas quero jogar sempre porque ninguém gosta de ficar fora."

EQUIPE

Tudo indica que Leandro Damião, que no clássico contra o São Paulo foi substituído no intervalo, vai ir para o banco para o treinador armar o ataque com Thiago Ribeiro pela direita, Gabriel na função de falso 9 e Robinho na esquerda, mas com liberdade para se movimentar por todas as posições do setor. 

Se o treinador confirmar o novo ataque, será o primeiro jogo de Gabriel, maior promessa da nova geração, com Robinho, que falou sobre a nova dupla com entusiasmo. "Gabriel é um menino abençoado, um grande jogador e não vamos ter nenhuma dificuldade para nos entender. Ele tem facilidade para fazer gols e vai ser uma questão de entrosamento no começo."

COMPLETO

Felipão não tem problema para escalar o time que vai tentar abrir vantagem contra o Santos nesta quinta-feira na Arena Grêmio. Depois de derrotas nos dois primeiros jogos de Felipão, contra Internacional no Beira-Rio e Cruzeiro no Mineirão, o clima entre os gremistas voltou a ser de otimismo com a vitória diante do Corinthians, domingo, no Campeonato Brasileiro. A recuperação de Barcos, autor dos dois gols do time contra os corintianos, aumenta a confiança dos gremistas.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO x SANTOS

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Matheus Biteco, Giuliano e Luan; Dudu e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Gabriel e Robinho. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Juiz: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Local: Arena Grêmio

Horário: 20 horas

Transmissão: ESPN Brasil e SporTV