Mariana Bazo/Reuters
Mariana Bazo/Reuters

Em Curitiba, Roger tem nova avaliação sobre qual Palmeiras é melhor

Técnico avalia formação diante do Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro, para ver se reservas ou titulares merecem mais chance

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

06 Maio 2018 | 07h00

Um grande dilema envolve a preparação do Palmeiras para o jogo deste domingo, às 16h, contra o Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Roger Machado precisará decidir se manda a campo em Curitiba os reservas que corresponderam e foram bem no meio de semana pela Copa Libertadores ou os titulares para quem deu descanso.

+ Crescimento de Hyoran e Moisés põe pressão em Lucas Lima

+ Tabela do Campeonato Brasileiro 2018

A vitória por 3 a 1 sobre o Alianza Lima teve grande atuação de jogadores pouco utilizados e colocou pressão sobre a equipe principal. No domingo anterior, no Allianz Parque, a formação titular empatou sem gols com a Chapecoense poucos dias depois de ter vencido o Boca Juniors na Argentina.

A dúvida para escolher a formação exigirá do treinador a habilidade de gerenciar o grupo. Roger sempre reitera que considera esse trabalho como primordial para o sucesso da equipe e vai precisar administrar expectativas dos dois lados.

Quem foi bem na quinta terá de entender que ainda não tirou espaço de quem é titular. Pelo lado dos que ficaram fora, será necessário compreender o surgimento de uma possível concorrência.

"A vitória mostrou a força do nosso elenco. Temos jogadores qualificados em todas as posições e quem ganha com isso é o Palmeiras", comentou o volante Thiago Santos.

A logística do clube nos últimos dias indicou a provável manutenção dos habituais titulares. Seis jogadores poupados da viagem ao Peru voaram na sexta-feira para Curitiba e encontraram o restante do time, que seguiu diretamente de Lima para o Paraná em avião fretado.

Os zagueiros Edu Dracena e Antônio Carlos, o lateral-direito Marcos Rocha, os meio-campistas Felipe Melo e Alejandro Guerra e o atacante Keno foram os jogadores chamados por Roger para reforçar o elenco. Desses, só não deve começar a partida o venezuelano Guerra, recém-recuperado de problema no quadril.

Como o meia Lucas Lima e o atacante Dudu ficaram só no banco de reservas no Peru, o treinador deve ter em campo formação descansada e com a responsabilidade de finalmente corresponder no Brasileiro. Apesar da grande campanha na Libertadores, o time não empolgou na competição nacional, com dois empates e uma vitória nas três primeiras rodadas.

"Foi importante rodar o elenco, colocar jogadores que tiveram poucos minutos, porque estavam descansados. Isso fez diferença", disse Roger depois da vitória sobre o Alianza Lima.

Os experimentos do técnico devem ser retomados na quarta. O Palmeiras deve enfrentar o América-MG, em Belo Horizonte, pela Copa do Brasil, novamente com um time misto para apostar a força máxima no dérbi de domingo, com o Corinthians.

BAIXAS

O técnico Fernando Diniz tem problemas para armar o Atlético-PR. Há dois jogos sem marcar no Campeonato Brasileiro, o time ainda sofre com dúvidas, pois o zagueiro Thiago Heleno ainda busca se recuperar de problemas no joelho e pode dar lugar a Zé Ivaldo. Além disso, a equipe não poderá contar com o meia Raphael Veiga.

O jogador pertence ao Palmeiras e foi emprestado ao Atlético-PR até o fim desta temporada com o acordo de não ser utilizado em partidas contra o time alviverde. "Usamos a semana para recuperar os atletas e alguns dias para corrigir defeitos e a potência do time", disse o técnico.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR X PALMEIRAS

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Rossetto, Lucho González, Camacho e Thiago Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Edu Dracena, Antônio Carlos; Bruno Henrique, Felipe Melo, Lucas Lima; Dudu, Keno e Borja. Técnico: Roger Machado.

Juiz: Cláudio Lima e Silva (SE).

Local: Arena da Baixada

Horário: 16h

Na TV: Globo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.