Elias Auê/Sampaio Corrêa
Elias Auê/Sampaio Corrêa

Em jogo com fim eletrizante, CRB bate Sampaio Corrêa na Série B

Boaventura, aos 50 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória após empate aos 48

Estadão Conteúdo

07 Maio 2018 | 23h02

Em jogo com polêmicas e três dos cinco gols marcados em um período de menos de dez minutos, o CRB derrotou o Sampaio Corrêa por 3 a 2, na noite desta segunda-feira, no Estádio Castelão, pela abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

+ Daniel Paulista assume o Boa e ex-zagueiro Chicão será o auxiliar

Após três derrotas consecutivas, o CRB engatou a segunda vitória seguida, deixou a zona de rebaixamento e pulou para a décima colocação, com seis pontos. O Sampaio ficou em 16.º, com quatro.

As duas equipes fizeram um primeiro tempo de pouca técnica e muitos erros de passes. O time alagoano entrou em campo com um objetivo implícito: marcar o gol e se fechar para levar um bom resultado para Maceió.

O CRB abriu o placar aos 17 minutos. Em boa trama pelo lado esquerdo de campo, Bruno Paulo chutou colocado. André Luiz defendeu parcialmente, mas a bola pegou curva e acabou parando no fundo das redes. O segundo por pouco não saiu com Edson Ratinho. Ele recebeu belo passe de Neto Baiano, mas foi travado dentro da área por Maracás.

Aos 40 minutos, a polêmica tomou o tom da partida. Em um lance confuso dentro da área, Alvinho tentou o domínio, mas furou. A bola ficou limpa para João Paulo marcar. Os jogadores do clube alagoano pediram impedimento, mas o árbitro acabou validando o gol.

O Sampaio voltou melhor para a etapa final e fez uma verdadeira blitz para cima do CRB. Em cruzamento de William Oliveira, João Paulo tentou pegar de primeira, mas acabou errando o alvo. Logo na sequência, foi a vez de o goleiro João Carlos fazer um milagre após cabeceio de Uilliam.

A partida ganhou em emoção nos minutos finais. As duas equipes se abriram em busca do gol, mas era o Sampaio quem estava mais perto de ampliar. Aos 33, Alvinho invadiu a área e exigiu grande defesa do goleiro João Carlos.

O CRB, porém, quebrou todos os prognósticos e fez o segundo gol aos 42 minutos. Neto Baiano subiu com o goleiro André Luiz, ganhou a dividida e viu a bola acabar no gol. Aí foi a vez de o Sampaio reclamar. O atacante Uilliam acabou sendo expulso. Mesmo com dez, o time da casa diminuiu com Maracás, aos 48 minutos.

Quando tudo indicava que o jogo terminaria empatado, o CRB foi com tudo para o ataque e marcou outro aos 50. O zagueiro Flávio Boaventura, de cabeça, deu números finais ao duelo que teve um final emocionante.

Na próxima rodada, o CRB enfrenta o Avaí na terça-feira, às 19h15, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O Sampaio vai ter uma semana livre para trabalhar. O time maranhense só volta a campo no dia 19 de maio (sábado), às 21h, diante do Brasil, no estádio Bento de Freitas, em Pelotas.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 2 X 3 CRB

SAMPAIO CORRÊA - André Luiz; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; César Sampaio, Danielzinho (Reginaldo Júnior), William e João Paulo (Carlão); Alvinho e Bruninho (Uilliam). Técnico: Francisco Diá.

CRB - João Carlos; Diogo Mateus, Flávio Boaventura, Edson Borges (Anderson Conceição) e Diego Rosa; Feijão, Lucas, Tinga (Leilson) e Edson Ratinho; Bruno Paulo (Juninho Potiguar) e Neto Baiano. Técnico: Júnior Rocha.

GOLS - Bruno Paulo, aos 17, e João Paulo, aos 40 minutos do primeiro tempo. Neto Baiano, aos 42, Maracás, aos 48 e Flávio Boaventura, aos 50 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Dyorgines José Padovani de Andrade (ES).

CARTÕES AMARELOS - Bruninho, Carlão, César Sampaio e William (Sampaio Corrêa); Flávio Boaventura e Feijão (CRB).

CARTÃO VERMELHO - Uilliam (Sampaio Corrêa).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Castelão, em São Luís (MA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.