Em jogo de baixo nível técnico, Avaí e Vitória empatam sem gols em Florianópolis

Resultado faz com que equipes fiquem no meio da tabela

Estadao Conteudo

14 Maio 2017 | 18h34

A atuação na estreia de Avaí e Vitória no Campeonato Brasileiro é de deixar preocupadas as duas torcidas. O empate sem gols, neste domingo, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, foi um duelo de baixo nível técnico. Com medo de atacar, cada time deixou o campo com um ponto na tabela de classificação. Pior para os catarinenses que atuaram em casa, tiveram a obrigação de vencer e voltaram da Série B com a missão de permanecer na elite.

Os dois times foram bastante tímidos no primeiro tempo. Pareciam estar em um amistoso. As finalizações foram raras e com perigo mesmo só uma chance para o Vitória. Willian Farias ajeitou a bola na frente da área e chutou na trave esquerda de Maurício, aos 32 minutos.

O segundo tempo ganhou um pouco mais de velocidade. O Avaí, porém, não abriu mão de seu jogo defensivo, na esperança de acertar um contragolpe. Mas quase sofreu o gol. Deu sorte de novo, quando Paulinho pegou de voleio e acertou a trave de novo do goleiro avaiano, aos 14 minutos.

O Avaí só deu um chute de longe com Rômulo, aos 17 minutos, que Fernando Miguel defendeu em dois tempos. Aos 21, o técnico Claudinei Oliveira preferiu poupar o meia Marquinhos para a entrada do estreante Wellington Simão, vindo do Ituano.

Se não pode balançar as redes, pelo menos o time catarinense pode reclamar de uma penalidade máxima cometida por Renê Santos sobre Júnior Dutra, aos 34 minutos, e não marcada pela arbitragem. O zagueiro tentou cortar a bola, mas atingiu as pernas do atacante dentro da área. Nada de melhor aconteceu.

Os dois times vão ter a semana toda para se aprimorar. O Avaí vai pegar o São Paulo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, na outra segunda-feira, dia 22, às 20 horas. O Vitória joga no estádio do Barradão, em Salvador, diante do Corinthians, no domingo, a partir das 16 horas.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 x 0 VITÓRIA

AVAÍ - Maurício Kozlinski; Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson (Vinícius Pacheco), Marquinhos (Wellington Simião); Denilson, Júnior Dutra e Rômulo (Diego Tavares). Técnico: Claudinei Oliveira.

VITÓRIA - Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, Renê Santos e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Cleiton Xavier, David (Euller) e Paulinho (Jean Pineda); Rafaelson (Flávio). Técnico: Dejan Petkovic.

CARTÕES AMARELOS - Willian Farias e Renê Santos (Vitória).

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR).

RENDA - R$ 101.499,00.

PÚBLICO - 4.798 pagantes.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Mais conteúdo sobre:
Avaí Vitória futebol Avaí Vitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.