Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » São Paulo goleia em partida tumultuada por briga de torcida

Futebol

Marcello Zambrana

esportes

futebol

São Paulo goleia em partida tumultuada por briga de torcida

Tricolor já entrou no duelo classificado por outros resultados

0

Estadão Conteúdo

17 Janeiro 2016 | 21h48

O São Paulo derrotou o Rondonópolis por 4 a 0 - Pedro e Luiz Araújo marcaram dois gols cada -, neste domingo, em Mogi das Cruzes (SP), e se classificou para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dentro de campo, tudo correu bem entre os garotos. Nas arquibancadas, cenas tristes. No intervalo da partida, parte da torcida organizada do São Paulo entrou em conflito com a Polícia Militar.

Alguns policiais, acuados, foram agredidos enquanto tentavam revidar e se defender. Contêineres de lixo e barras de ferro foram usados pelos torcedores durante a agressão. A polícia agiu com balas de borracha e bombas de efeito moral.

Imagens da televisão flagraram um torcedor passando mal e sendo retirado da arquibancada. Crianças choravam assustadas e com irritação nos olhos e na garganta. Muitos torcedores deixaram o estádio Francisco Nogueira (que estava lotado) após a confusão.

Com a bola rolando no segundo tempo, atletas de São Paulo e Rondonópolis, assustados, dividiam a atenção entre o jogo e as bombas que explodiam nas arquibancadas. Em nota, a Federação Paulista de Futebol (FPF) lamentou o corrido e iniciou a investigação dos fatos.

Beneficiado com a vitória do Flamengo sobre o Bahia, o São Paulo entrou em campo já classificado. Por isso, o técnico André Jardine decidiu escalar um time reserva. Na próxima fase, as quartas de final, o time tricolor enfrenta o Flamengo, que derrotou o Bahia por 5 a 4 nos pênaltis, depois de um empate por 2 a 2 no tempo normal.

O Bahia, beneficiado pelo regulamento, foi o "melhor perdedor" desta fase e também avançou às quartas de final. Vai enfrentar agora o América-MG. Os outros dois confrontos são Corinthians x Ituano e Cruzeiro x Sport.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.