Reprodução/Arena Fonte Nova
Reprodução/Arena Fonte Nova

Bahia e Sport decidem Copa do Nordeste na Arena Fonte Nova

Todos os 45 mil ingressos para a grande decisão foram vendidos antecipadamente

Estadao Conteudo

24 Maio 2017 | 07h34

Em busca do tricampeonato da Copa do Nordeste, o Bahia aposta no bom aproveitamento dentro de casa para conquistar o título diante do Sport, que desde o início do torneio foi tratado como o grande favorito. A grande decisão vai acontecer nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Todos os 45 mil ingressos foram vendidos.

No jogo de ida, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, houve empate por 1 a 1, na quarta-feira passada. Um novo empate sem gols dá o título ao Bahia pelo gol marcado fora de casa. Desde 2002 que o time baiano não festeja este título. Pelo mesmo critério, o empate por dois gols ou mais deixa a competição com o Sport, que busca o tetracampeonato. A sua última conquista aconteceu em 2014, sob o comando do técnico Eduardo Baptista. Só mesmo outro empate pela contagem vai levar a definição do campeão para a cobrança de pênaltis.

Em 13 jogos dentro de casa no ano, somados Campeonato Baiano, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro, o Bahia perdeu apenas um - para o rival Vitória por 2 a 1, no Estadual. Enquanto isso, o Sport como visitante desde que o técnico Ney Franco assumiu já disputou sete partidas, com apenas um triunfo: 2 a 0 no Santa Cruz, na semifinal da Copa do Nordeste.

Além de derrubar nas semifinais o campeão de 2016, o rival Santa Cruz, o time pernambucano passou pelo Campinense-PB nas quartas de final e avançou na primeira fase na liderança do Grupo C. O Bahia foi o time com a melhor campanha na fase inicial. Depois eliminou Sergipe-SE e o arquirrival Vitória, perdendo fora por 2 a 1, e vencendo, na Arena Fonte Nova, por 2 a 0.

TIMES - O técnico Guto Ferreira deve repetir a mesma escalação do Bahia que eliminou o Vitória na semifinal da Copa do Nordeste. Em relação ao jogo do Recife, voltam ao time o volante Edson, o meia Régis e o lateral-esquerdo colombiano Armero. O treinador poupou boa parte dos seus jogadores na derrota para o Vasco, no Brasileirão, por 2 a 1, no Rio, no último domingo. E, por isso, entrará com força máxima visando o título.

"Cada jogador se comporta de uma maneira antes de um jogo decisivo como esse. Eu fico ansioso apenas no dia do jogo. Procuro ficar focado exclusivamente nos treinos para entrar 100% na decisão. Vamos encarar o jogo com mais vontade por saber que a torcida comparecerá em peso na Fonte Nova. Pode ter certeza que faremos tudo para buscar o título", disse o meia-atacante argentino Allione.

Sem poder contar com o experiente Ronaldo Alves, com problemas físicos, o técnico Ney Franco deve colocar em jogo um Sport com três zagueiros formados por: Matheus Ferraz, Durval e Henriquez. Outro desfalque é o lateral-direito Samuel Xavier, que será substituído por Raul Prata. Everton Felipe foi testado no setor, mas fica como uma opção para o segundo tempo.

"Este jogo é para zero de erro. Temos que evitar os erros atrás para dar tranquilidade ao time de ir buscar os gols lá na frente. Temos que estar bem posicionados, principalmente no início da partida. Imaginamos que eles (o Bahia) virão para cima com tudo. Precisamos estar preparados", avisou Ney Franco.

A preocupação do técnico é com o desgaste do time neste início de temporada, com a presença em cinco competições: Copa do Brasil, Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste.

Mais conteúdo sobre:
Copa do Nordeste futebol Bahia Sport

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.