Benoit Tessier/ Reuters
Benoit Tessier/ Reuters

Emery espera Neymar no PSG até sábado, mas não confirma quando ele volta a jogar

Previsão é que atacante retorne aos treinos um mês antes da estreia do Brasil na Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

03 Maio 2018 | 11h10

O técnico Unai Emery afirmou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que ainda não sabe exatamente quando Neymar retomará a sua rotina de jogador no Paris Saint-Germain, mas avisou que espera pela chegada do atacante ao clube "na sexta-feira ou no sábado". O treinador também evitou prever uma data do retorno do atacante aos gramados e manteve a expectativa de poder contar com a presença do astro em campo pela equipe ao menos em uma partida nesta reta final da temporada europeia.

+ Ronaldo avalia transferência de Neymar ao Real Madrid: 'é impossível agora'

+ Nova regra para negociações do futebol ‘turbina’ ganho de agentes

Nesta quinta-feira, o jogador completou dois meses da cirurgia no quinto metatarso do seu pé direito, realizada no dia 3 de março, em Belo Horizonte, e desde então o jogador se recupera com o auxílio do seu estafe particular em sua mansão na cidade de Mangaratiba (RJ).

O atacante se lesionou no final de fevereiro, em partida contra o Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês, cujo título já foi assegurado pelo PSG, que voltará a atuar pela competição nesta sexta-feira, contra o Amiens, fora de casa, na abertura da antepenúltima rodada do torneio nacional.

Na última quarta-feira, a imprensa francesa noticiou que Neymar vai sair do Brasil nesta quinta e chegará em Paris na sexta, mas a assessoria do atacante não confirmou esta informação e nem mesmo Emery garantiu a chegada do atleta ao PSG nesta data.

"Tenho a informação de que chega, mas não sei quando. Neymar chegará sexta ou sábado. Queremos que ele esteja conosco para disputar os últimos jogos da temporada conosco", afirmou o treinador, que na sexta-feira passada confirmou que deixará o comando da equipe parisiense ao término desta temporada europeia.

Dois dias depois, o PSG publicou um comunicado em seu site oficial para informar sobre a lesão de Neymar e confirmou que o jogador retirou uma proteção que vinha usando em sua perna direita, assim como assegurou que a sua recuperação transcorre conforme o planejado. "Este balanço confirmou uma evolução bastante satisfatória das lesões no tornozelo e no pé direito do jogador, autorizando o final de toda a imobilização. O restante da programação de recuperação acontecerá nos próximos dias no Brasil e no Centro de Treinamento Ooredoo (em Paris)", informou o clube francês, na ocasião.

DATA INCERTA

No mês passado, Neymar disse que deveria fazer a sua volta aos treinos no PSG por volta do dia 17 de maio, sendo que a equipe fechará a sua campanha neste Campeonato Francês no dia 19, contra o Caen, fora de casa. Antes disso, o time enfrentará o Rennes, em Paris, no dia 12, pela penúltima rodada.

Caso essa previsão se confirme, a liberação do astro aos treinamentos também ocorreria exatamente um mês antes da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo, contra a Suíça, em Rostov, no dia 17 de junho.

A data do retorno de Neymar aos gramados para uma partida, porém, continua incerta, pois ele também precisará readquirir a sua condição física nos treinos antes de voltar a ser liberado para atuar, assim como não se sabe se será temeroso colocá-lo em campo no confronto que o PSG fará no dia 19.

"Falei com ele há algumas semanas. Continua a sua recuperação para estar preparado, mas precisa de tempo para estar pronto para jogar conosco", avisou Emery, que depois reforçou: "Ele tem de continuar o trabalho individual com o fisioterapeuta, queremos que esteja conosco, que viva com a gente o último jogo. Quando estiver bem para treinar com todos, entrará em campo com o grupo".

Ainda sem saber quando poderá contar com Neymar em boas condições de jogo, o técnico Tite anunciará a lista final de convocados da seleção brasileira para a Copa do Mundo no próximo dia 14. Antes de estrear no Mundial, o Brasil fará amistosos contra a Croácia, no dia 3 de junho, em Liverpool, e contra a Áustria, no dia 10, em Viena.

Integrante do Grupo E da Copa na Rússia, o Brasil também terá pela frente a Costa Rica, no dia 22 de junho, em São Petersburgo, e a Sérvia, no dia 27, em Moscou, pela primeira fase da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.