Empate complica Fla na Libertadores

Ficou muito difícil a situação do Flamengo na Copa Libertadores da América. Ao empatar por 0 a 0 com o Olimpia, nesta quarta-feira, no Maracanã, o time carioca deixou escapar a oportunidade de se igualar com a equipe do Paraguai na liderança do Grupo 8. Agora, tem 4 pontos, um a mais que Universidad Católica e Once Caldas, que jogam nesta quinta-feira. Mas, o Flamengo vai disputar os dois últimos jogos da fase fora de casa, com a obrigação de vencê-los para permanecer na competição. Classificam-se os dois primeiros de cada grupo. O Olimpia alcançou 7 pontos e tem um jogo a menos que o Rubro-Negro. O Flamengo teve a seu favor a expulsão do zagueiro Zelaya, logo aos 10 minutos de jogo, por falta violenta em Andrezinho. Mas não soube tirar proveito da vantagem no primeiro tempo. Depois do lance, houve queda de energia no Maracanã e a partida ficou interrompida por 12 minutos. O Olimpia aproveitou a paralisação para arrumar o time. Com a volta da luz, os paraguaios passaram a impor um ritmo forte e estiveram por marcar pelo menos por duas vezes. Numa delas, Benitez perdeu o gol diante de Júlio César. A melhor das poucas chances do Flamengo no primeiro tempo surgiu após boa jogada de Felipe Mello, concluída por Juninho. A bola passou perto do gol. No segundo tempo, o Flamengo pareceu afobado e a torcida começou a se irritar cedo. Com menos de 15 minutos, vaiava a equipe. O Olimpia assustou com chute de Isasi. Júlio César evitou o gol. Em seguida, numa falta da entrada da área, Juninho por pouco não abriu o placar. O time paraguaio se defendia com bravura e arriscava contra-ataques. Quintaña, em três oportunidades, esteve em condições de marcar. O Flamengo, inoperante e confuso, não teve competência para superar os próprios erros e o Olimpia. Pelo Grupo 3, o Peñarol, do Uruguai, derrotou o San Lorenzo, da Argentina, por 1 a 0. Já o Boca Juniors, também da Argentina, superou o Montevideo Wanderers, por 2 a 0, pelo Grupo 6. No outro jogo deste grupo, Emelec, do Equador, e Santiago Wanderers empataram por 1 a 1.

Agencia Estado,

06 Março 2002 | 23h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.