1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Empate não abalará confiança do Brasil, dizem jogadores

Agência Estado

17 Junho 2014 | 19h 23

Mesmo não conseguindo a vitória em Fortaleza, brasileiros esperam superar Camarões para conseguir a classificação para as oitavas

O empate com o México estava fora dos planos da seleção brasileira no Grupo A da Copa do Mundo. O time de Luiz Felipe Scolari queria vencer na Arena Castelão para deixar a classificação às oitavas de final bem encaminhada, dependendo apenas de um empate entre Croácia e Camarões.

O objetivo frustrado, no entanto, não vai abalar a confiança da seleção, disseram os jogadores nesta terça, após o duelo contra os mexicanos. "Tínhamos ambição de ganhar hoje para buscar a classificação. Se não pensássemos assim, estaríamos errados. Estávamos, sim, buscando a vaga, que infelizmente ainda não aconteceu", admitiu David Luiz.

Mas o zagueiro descartou qualquer golpe no moral da seleção brasileira. "Faz parte, agora é bola para frente. Demos tudo dentro de campo. Vamos seguir em frente na competição", disse um dos capitães da equipe.

Nilton Fukuda/Estadão
O camisa 4 do Brasil admite que o empate frustrou um pouco a equipe

Bernard, que entrou no segundo tempo, também negou a possibilidade de o empate afetar a confiança brasileira. "Estamos super vivos na competição, isso é claro. Acho até que jogamos bem, dentro da partida. Tivemos oportunidade. Vamos descansar agora, para ficar 100% e ir para a última partida", declarou o ex-jogador do Atlético Mineiro.

Assim como eles, o lateral Marcelo tratou de valorizar o resultado. "Para a gente não foi um bom resultado. Mas perder não podia, então o empate está de bom tamanho. A equipe do México é muito boa", comentou, ao destacar o desempenho do rival.

Apesar do tropeço, o Brasil segue liderança o Grupo A da Copa do Mundo, com quatro pontos. Os mexicanos têm a mesma pontuação, mas ocupa o segundo posto porque têm saldo de gols inferior.

Copa 2014