1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Empresário diz que Sabella deixará a seleção argentina

Gonçalo Junior - enviado especial a Belo Horizonte - O Estado de S. Paulo

11 Julho 2014 | 13h 25

O técnico de 59 anos pretende tirar uns dias de folga antes de analisar novas propostas de trabalho, de acordo com empresário

Independentemente do resultado da final da Copa do Mundo no domingo, o técnico Alejandro Sabella deverá se despedir da seleção argentina. A afirmação foi feita pelo empresário do técnico, Eugenio Lopez. Com isso, a final da Copa contra a Alemanha seria a última partida do técnico de 59 anos à frente da equipe nacional. "A decisão está tomada e resultou um processo longo de reflexão. Isso não foi decidido agora", disse o empresário. "Aconteça o que acontecer, ele me disse isso, que vai sair", afirmou Eugenio Lopez à reportagem.

A Associação de Futebol Argentino (AFA) gostaria que Sabella continuasse e pode fazer uma nova proposta ao treinador, que está à frente da seleção desde 2011, quando assumiu o time de Messi durante as Eliminatórias sul-americanas para o Mundial. Após a Copa, o comandante pretende tirar um período de descanso e depois buscar novos desafios.

Sabella foi um dos responsáveis diretos pela chegada da seleção argentina à final. Ele conseguiu superar contusões de duas estrelas - Di María e Agüero -, reorganizou a defesa no meio da competição, passou incólume diante da pressão de jogar a Copa na casa do maior rival e cumpriu o objetivo não declarado dos argentinos: superar as quartas de final, fase na qual a Argentina havia sido eliminada em 2006 e 2010.

Victor Caivano/AP Photo
No último treino da Argentina em Belo Horizonte, Alejandro Sabella preferiu fechar para imprensa

Copa 2014