1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Erros de arbitragem marcam história das Copas do Mundo

Diego Salgado - O Estado de S. Paulo

10 Junho 2014 | 07h 00

Um dos maiores equívocos ocorreu em uma final: na Copa de 1966, a Inglaterra conquistou o título contra a Alemanha com gol irregular

Diz o velho ditado que juiz bom é aquele que não aparece. Em Copas, a máxima não é diferente. Nem sempre, porém, os árbitros conseguem desempenhar a função como deveria, influindo diretamente no resultado da partida. Exemplos não faltam em 84 anos de história da competição.

Um dos maiores erros ocorreu em uma final. Em 1966, a Inglaterra chegou ao gol de desempate contra a Alemanha no começo da prorrogação. O chute do atacante Hurst, entretanto, não ultrapassou a linha depois de bater no travessão. Vinte anos depois, os ingleses acabaram prejudicados após o árbitro ali Bennaceur validar o gol de mão de Maradona.

O famoso lance da decisão de 1966 teve nova versão na Copa 2010, quando Lampard encobriu Neuer, marcou o gol de empate e não pôde comemorar. O árbitro Jorge Larrionda e o assistente Mauricio Espinosa, porém, não validaram o gol.

A seleção brasileira também se envolveu em lances polêmicos. Em 1962, Nilton Santos cometeu pênalti e usou da malandragem para enganar o juiz. Em 1978, Zico fez o gol da vitória na estreia contra a Suécia após concluir de cabeça um escanteio cobrado por Nelinho. Antes da bola cruzar a linha, o árbitro da partida encerrou o jogo. 

Confira dez erros de árbitros em Copas:

Inglaterra 4 x 2 Alemanha - Copa 1966

Depois da Alemanha empatar a final do Mundial da Inglaterra no último minuto de jogo, Hurst, já na prorrogação, recebeu passa da esquerda, girou e bateu forte para o gol. A bola bateu no travessão e pingou fora da meta alemã. Gottfried Dienst e o bandeirinha Tofik Bakhmarov validaram o terceiro gol inglês, que ainda marcou mais um já no fim do confronto.

Argentina 2 x 0 Inglaterra - Copa 1986

Partida empatada, início de segundo tempo. O zagueiro inglês tenta afastar o perigo, mas joga a bola para dentro da própria área. Maradona subiu com o goleiro Peter Shilton e desviou com a mão para fazer 1 a 0 Argentina contra a Inglaterra. O árbitro Ali Bennaucer, da Tunísia, validou o lance. O famoso gol abriu caminho para os argentinos derrotarem os rivais nas quartas de final.

Alemanha 4 x 1 Inglaterra

Depois de 44 anos, a Inglaterra recebeu o troco alemão. Quando o jogo estava 2 a 1 para a Alemanha, Lampard encobriu Neuer. A bola bateu no travessão e ultrapassou a linha do gol. O árbitro Jorge Larrionda e o assistente Mauricio Espinosa, porém, não validaram o gol. A Alemanha, na sequência, ampliou o placar.

Brasil 2 x 1 Turquia - Copa 2002

No fim do primeiro jogo da seleção brasileira da Copa do Japão e da Coreia do Sul, Luizão avançou em direção à área e acabou derrubado pelo zagueiro Alpay Ozalan. O árbitro Young Joo Kim marcou pênalti, mas a falta foi cometida fora da área. Além disso, o juiz expulsou o zagueiro turco. Rivaldo bateu bem e fez 2 a 1 para o Brasil.

Brasil 1 x 0 Espanha - Copa 1986

Na estreia do Mundial do México, Sócrates marcou, de cabeça, o único gol do jogo aos 16 minutos do segundo tempo. O meia brasileiro, porém, estava em posição de impedimento no momento do chute de Careca. 

Coreia do Sul 0 x 0 Espanha - Copa 2002

O confronto válido pelas quartas de final foi polêmico. A Espanha marcou dois gols legais e acabou prejudicada pelo árbitro egípcio Gamal Ghandour. O espanhol Baraja fez de cabeça, mas o juiz anotou falta  de ataque. Já na prorrogação, Joaquin fez boa jogada pela direita e cruzou para o gol de Morientes. O árbitro, contudo, marcou saída de bola pela linha de fundo. Nos pênaltis, a Coreia do Sul garantiu a vaga para a semifinal.

Argentina 2 x 0 União Soviética - Copa 1990

Mais uma mão salvadora de Maradona. Quatro anos depois do lance contra a Inglaterra, o craque argentino salvou com o braço esquerdo um gol soviético na linha da meta argentina quando o jogo estava 0 a 0. O sueco Erik Fredriksson nada marcou. Depois, Troglio e Burruchaga marcaram os gols da vitória.

Brasil 2 x 1 Espanha - Copa 1962

Na última rodada do Grupo C, a seleção entrou em campo contra a Espanha precisando de um empate. Adelardo abriu o placar para os espanhóis no primeiro tempo. Na etapa final, Nilton Santos fez falta em Collar dentro da área e iludiu o árbitro Sérgio Bustamante ao dar dois passos para fora da área. Após a cobrança, mais um erro do juiz chileno. Peiró marcou o gol de bicicleta, mas o lance acabou invalidado por jogada perigosa. O Brasil, nos minutos finais, marcou dois gols e conseguiu a classificação.

Brasil 1 x 1 Suécia - Copa 1978

Zico marcou o gol da vitória da seleção brasileira nos acréscimos da partida contra a Suécia. Quando a bola viaja para dentro da meta sueca, o juiz Clive Thomas encerrou o confronto válido pela primeira rodada do Grupo 3 da Copa da Argentina. O jogo terminou empatado.

Croácia 2 x 1 Itália - Copa 2002

No jogo válido pela primeira fase, Vieri abriu o placar de cabeça no segundo tempo. O lance acabou invalidado pelo auxiliar do árbitro inglês Graham Poll. Depois, o atacante fez 1 a 0 em nova cabeçada. A Croácia conseguiu a virada e acabou beneficiada após mais um gol italiano anulado. Materrazzi chutou para frente e a bola entrou no gol sem tocar em ninguém. O juiz, porém, marcou falta de Inzaghi no goleiro Platikosa.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo