1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Lizio marca e garante vitória do Botafogo em São Januário

- Atualizado: 02 Fevereiro 2016 | 23h 20

Alvinegro chega aos 6 pontos e assume a liderança do grupo B

O Botafogo não fugiu ao favoritismo e venceu a Portuguesa por 2 a 1 em São Januário, nessa terça-feira, pela segunda rodada do Campeonato Carioca, diante de menos de 1.500 torcedores. Apesar da vitória, o clube alvinegro não fez uma partida exuberante e só fez o gol da vitória aos 40 minutos do segundo tempo. Os destaques da partida foram Gegê e o estreante Damián Lizio, autores dos gols da vitória. Com o resultado, o Botafogo chega a seis pontos e fica temporariamente na liderança do grupo B.

As equipes voltam a campo para a próxima rodada do Campeonato Carioca, na quarta-feira. O Botafogo enfrenta o Macaé no estádio Los Larios, em Xerém, em Duque de Caxias, às 19h30. A Portuguesa recebe o Flamengo no Raulino Oliveira, em Volta Redonda, às 21h45.

Gegê e Lizio marcaram os gols da vitória do Botafogo contra a Portuguesa
Gegê e Lizio marcaram os gols da vitória do Botafogo contra a Portuguesa

O JOGO

O Botafogo iniciou a partida com mais posse de bola e exercendo sua posição de favorito. Em cruzamento de Luis Ricardo, aos 10 minutos, a bola bateu no braço de Allan Miguel e o árbitro marcou pênalti. O próprio Luis Ricardo bateu, mas, ao tentar deslocar o goleiro Márcio, exagerou e jogou para fora.

Após a chance perdida, o primeiro tempo em São Januário não reservou grandes exibições de futebol para os 1.477 torcedores presentes. O Botafogo, que assumiu o controle do jogo, não conseguiu criar lances envolventes, atacou com ineficiência e facilitou o trabalho da defesa da Portuguesa.

Para aliviar o mau futebol da primeira etapa, aos 42 minutos, Gegê recebeu a bola na intermediária, foi interceptado, mas conseguiu permanecer com a posse. Com categoria, o meia bateu de longe e acertou o canto esquerdo de Márcio, sem defesa para o goleiro.

Na volta do intervalo, a partida seguiu com a mesma toada morna. O destaque, do lado do Botafogo, era Gegê, que fazia bom jogo. A Portuguesa passou a se animar. Em boa jogada, Belarmino recebeu pela direita, passou por Gegê e cruzou com precisão na cabeça de Rafael Paty. O atacante cabeceou forte no contrapé de Jefferson e marcou o gol de empate do clube da Ilha do Governador.

Após o gol, os visitantes cresceram no jogo e passaram a pressionar. Aos 27, em boa chegada, Allan finalizou fraco da entrada da área e facilitou para Jefferson.

Aos poucos, os alvinegros foram se encontrando. Aos 29, Gervasio Nuñez cobrou falta com categoria e a bola passou perto do gol de Márcio. Gegê seguiu bem no jogo. Aos 31, bateu forte com efeito de fora da área, obrigando o goleiro a espalmar para escanteio. Em boa tabelinha com Ribamar e Airton, Gervasio Nuñez recebeu cara a cara com Márcio. O argentino, mesmo com opções de passe, finalizou de letra e a bola parou nas mãos do goleiro.

Aos 40, o boliviano Damián Lizio, que entrou aos 19 minutos do segundo tempo, mostrou que tem estrela. O meia recebeu livre, quase na linha da pequena área, o cruzamento de Diogo da esquerda. Não vacilou e escorou a bola para virar o jogo para o Botafogo. A Portuguesa até ensaiou uma pressão final, mas não conseguiu ameaçar.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 1 PORTUGUESA

BOTAFOGO - Jefferson; Emerson, Renan Fonseca, Diego (Lizio); Rodrigo Lindoso, Diogo, Gegê, Airton, Luis Ricardo, Gervasio Nuñez (Marcinho), Luis Henrique (Ribamar). Técnico - Ricardo Gomes.

PORTUGUESA - Márcio; Belarmino (Adriano), Pessanha, Allan Miguel, Diego Maia; Silvano, Victor Hugo, Alê Carioca, Cássio (Gilcimar); Allan e Rafael Paty (William). Técnico - Gaúcho.

GOLS - Gegê, aos 42 minutos do primeiro tempo; Rafael Paty, aos 18, e Damián Lizio, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cássio, Pessanha, Belarmino, Allan Miguel e Gilcimar (Portuguesa).

ÁRBITRO - Luiz Antônio da Silva Santos.

RENDA - R$ 27.850,00.

PÚBLICO - 1.273 pagantes.

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX