1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Eto'o espera por 'milagre' para não desfalcar Camarões

Agência Estado

16 Junho 2014 | 10h 22

Atacante, que sente dores do joelho há três meses, não participa dos treinos no fim de semana e preocupa comissão técnica

O atacante Samuel Eto'o está pessimista para sua continuidade na Copa do Mundo. O jogador sente dores no joelho direito e ele próprio se coloca como provável desfalque de Camarões para a próxima partida no Mundial, contra a Croácia, nesta quinta-feira, e até para todo o restante da competição.

"Estou torcendo para que os deuses me abençoem com o milagre de me deixar apto a defender meu amado e lindo país", disse Eto'o nesta segunda-feira à emissora Cameroon Radio-Television. "Se não for o caso, vou sempre cumprir meu papel de capitão e especialmente de irmão mais velho, o de incentivar meus companheiros à vitória", afirmou o atleta de 33 anos, que disputa Copas desde 1998 - excetuando a de 2006, quando seu país não se classificou.

Com dores no joelho, Eto"o acredita que sua participação na Copa está comprometida
Com dores no joelho, Eto"o acredita que sua participação na Copa está comprometida

Segunda o atacante, ele sofreu uma lesão durante sua participação pelo Chelsea na última temporada. "Não tive tempo de me recuperar nos últimos três meses e meio. Foi possível ver isso em nossa preparação para o Mundial, eu treinei pouco antes do amistoso com a Alemanha", disse Eto''o, mencionando o empate por 2 a 2 com a seleção germânica no dia 1º, em Mönchengladbach - em que ele fez um gol.

"Durante nossa estreia na Copa, contra o México, eu tentei jogar, mas consultei nosso médico e percebi que preciso de descanso. Comecei a sentir dor já com nove minutos de partida", afirmou. Ele participou dos 90 minutos do jogo e chutou uma bola na trave na derrota por 1 a 0.

"Ele não treinou nem sábado e nem domingo", limitou-se a dizer o técnico de Camarões, o alemão Volker Finke. Depois do confronto com a Croácia, na Arena Amazônia, em Manaus, o país africano termina participação na primeira fase no dia 23, contra o Brasil, em Brasília, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Copa 2014