Etti derrota o Guarani por 1 a 0

O Etti venceu o Guarani por 1 a 0, neste domingo à tarde, no estádio Jaime Cintra, pelo Torneio Rio são Paulo. A vitória reabilitou o time de Jundiaí, que passa a ter 12 pontos, enquanto a equipe de Campinas segue com 14. O técnico Zé Mário aprontou uma surpresa antes do jogo, ao definir a escalação do Guarani. Ele optou por uma formação mais ofensiva, com a entrada do atacante Zé Afonso no lugar de Dudu, contundido. Durante toda a semana, o time havia treinado com o volante Alexandre nessa posição. No começo do jogo, o Guarani se deu melhor, aproveitando principalmente que o zagueiro Márcio Santos, estreando no Etti, está fora de forma. Na base da velocidade, o time de Campinas criou boas chances e poderia ter aberto o placar com Marcinho e Martinez. Mas a equipe de Jundiaí também levou perigo com Jean Carlos e perdeu duas grandes oportunidades com os meias Jackson e Bechara. A principal chance no primeiro tempo foi mesmo do Guarani, aos 37 minutos, quando Jadílson chutou forte, a bola desviou no peito do zagueiro Tiago e tocou na trave do goleiro Artur. Para o segundo tempo, Zé Mário fez uma mudança tática no Guarani. O atacante Léo, contundido, cedeu seu lugar para o volante Alexandre. O técnico Giba também reforçou a cobertura sobre Márcio Santos, fixando os volantes Fábio Gomes e Léo à frente da defesa. Ao contrário do primeiro tempo, o jogo ficou mais fechado, sem alternativas e concentrado no meio-de-campo. Tudo caminhava para um empate sem gols. Mas uma falha permitiu o gol do Etti, aos 32 minutos. Cléber lançou Jean Carlos, o zagueiro Edu Dracena errou ao tentar cortar a bola e o goleiro César ficou indeciso na saída do gol. Aí, Jean Carlos fez o 1 a 0.

Agencia Estado,

03 Março 2002 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.